A volta do Caiado AntiCPMF e o #XôCPMF no Twitter

Depois de se destacar na luta pela derrubada da CPMF, o imposto do cheque, em 2007, o deputado federal Ronaldo Caiado já se prepara para balançar a Câmara caso o governo federal insista em ressuscitar a contribuição. No Twitter o goiano já dá mostras do arsenal que tem em mãos para desmontar os argumentos a favor de mais um imposto. Entre eles, a necessidade de se regulamentar a Emenda 29, que daria mais R$ 35 bilhões para a saúde. “E sem imposto”, frisou. “No primeiro ano após o fim da CPMF o governo aumentou a arrecadação em R$ 50 bilhões. A saúde nunca foi prioridade do governo. Dinheiro tem, falta vontade”, disse. Ronaldo Caiado ainda afirmou que o apetite do governo por impostos não será tolerado. “Isso é estelionato eleitoral. Na campanha, Dilma Rousseff e governadores que apoiam a CPMF não falaram que criariam imposto. O brasileiro não vai tolerar”, disse.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *