Democratas rechaçam fusão com PMDB e querem ACM Neto na liderança

O assunto Dourados é breve para os deputados federais da alta cúpula do DEM que visitaram a Capital na tarde desta terça-feira (4). Rodrigo Maia (RJ), Ronaldo Caiado (GO) e ACM Neto (BA) pautaram a reunião nas eleições para a liderança do partido que ocorre em maio.

“A fusão é uma ideia que vai se mostrar natimorta no dia da grande convenção nacional”, frisou o deputado Ronaldo Caiado, durante a coletiva concedida à imprensa no Aeroporto Internacional de Campo Grande.

O assunto de fusão entre DEM e PMDB veio a tona por uma ideia do prefeito de São Paulo Gilberto Kassab que sugeriu uma possível união entre os partidos em novembro de 2010. Ele também almeja o cargo de Rodrigo Maia, atual presidente da sigla.

Maia, também entende que a possibilidade de fusão é totalmente rechaçada dentro do partido. “O DEM entende que o melhor caminho é continuar um partido só. A nossa prioridade é essa, mas o motivo das reuniões e o destino do DEM, essa ideia já passou, foi uma atitude individual”, garantiu ele.

Visitas

A visita aos companheiros de partido em MS não é a única da agenda. Segundo os cabeças da sigla, a ideia é costurar a política partidária nacional desde já, inclusive para a troca de direção.

O baiano Antonio Carlos Magalhães Neto é o nome dos democratas para ser líder do partido a partir deste ano. A informação foi confirmada por Caiado, que informou que em 1 de fevereiro próximo o nome de ACM Neto deverá ser lançado para liderar o DEM.

“Temos essa discussão de líderes em fevereiro e depois em 15/3 teremos a grande convenção nacional, para isso estamos conversando com todas as lideranças”, apontou o deputado goiano.

Em Mato Grosso do Sul, seguindo a lógica partidária, Luiz Henrique Mandetta eleito deputado federal nas últimas eleições deve assumir o cargo que atualmente é do deputado estadual Zé Teixeira.

“O Mandetta assume e já estamos costurando as candidaturas em 2012 em todas as capitais brasileiras e cidades com mais de 100 mil habitantes”, declarou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *