Caiado contra bebidas alcoólicas na Copa

O deputado Ronaldo Caiado (Democratas) destacou ontem durante votação da Lei Geral da Copa do Mundo 2014 a necessidade de rejeitar a liberação da venda de bebidas alcóolicas nos estádios. Ronaldo Caiado lembrou que o Ministério Público Federal apresentou estudos técnicos que comprovam que a violência diminuiu substancialmente após a proibição da venda de bebidas alcóolicas nos estádios do País.

O deputado também criticou a tentativa do Executivo de impor uma pauta a Câmara sendo que já foi discutido, votado e aprovado o Estatuto do Torcedor  que proíbe a venda de bebidas alcoólicas nos estádios. E disse que o governo “empurra com a barriga” os preparativos para a Copa nas áreas de infraestrutura, mobilidade urbana e nos estádios.

“O governo demorou para tomar decisões que só estão sendo implementadas agora depois de reclamações da FIFA e do Secretário Executivo da entidade, que disse que o ‘Brasil merecia tomar um chute no traseiro'”, disse Caiado, relembrando a fala do secretário geral da FIFA, Jérôme Valcke.

Ronaldo Caiado relembrou que as leis do País não podem ser alteradas para atender desejos particulares de uma cervejaria. O deputado falou ainda que foi graças a um gesto do presidente da Casa, deputado Marco Maia (PT-RS), que foi possível o acordo que também prevê a votação do Novo Código Florestal ainda em abril.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *