Caiado protocola representação contra ministra por acusação no caso do Bolsa Família

Democrata quer que Comissão de Ética Pública da Presidência da República puna Maria do Rosário por caluniar oposição

O líder do Democratas na Câmara dos Deputados, Ronaldo Caiado (GO), protocolou nesta terça-feira (16/7), representação conta a ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, na Comissão de Ética Pública da Presidência da República. O deputado pede apuração da conduta da ministra no episódio dos boatos de encerramento do programa Bolsa Família quando Maria do Rosário acusou a oposição de ser responsável pela correria de milhares de pessoas as agências da Caixa Econômica Federal em maio.

O comportamento da representante do primeiro escalão do governo infringiu o artigo 3º do Código de Conduta da Alta Administração Federal, afirma Caiado. Pelo Código, a as autoridades devem se pautar “pelos padrões da ética, sobretudo no que diz respeito à integridade, à moralidade, à clareza de posições e ao decoro, com vistas a motivar o respeito e a confiança do público em geral”. O desrespeito a esta regra fragiliza a “imagem e a reputação do administrador público”.

“A ministra afastou-se da liturgia do cargo ao declarar, por meio do twitter, sua ‘opinião’ a respeito dos responsáveis pela disseminação do boato de extinção do Bolsa Família. Sem provas e sem medir as consequências de sua declaração, afirmou que: ‘boatos sobre fim do bolsa família deve (sic) ser da central de notícias da oposição’”, explica o democrata. “Não bastasse o desastre causado pela notícia, o que se observou, em seguida, foi uma tentativa desesperada de se encontrar um culpado pela propagação do referido boato”, acrescenta o parlamentar lembrando o tumulto gerado pelos boatos da extinção do programa geraram o saque de cerca de 900 mil benefícios em apenas um fim de semana.

Ronaldo Caiado reforça que a ministra acusou a oposição sem provas e logo depois veio à tona a informação de que a própria Caixa Econômica antecipou o pagamento dos benefícios do Bolsa Família, provocando o tumulto nas agências entre os dias 17 a 19 de maio.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *