Receita faz ‘confisco disfarçado’ com dinheiro do contribuinte, acusa Caiado

senadorO líder da Oposição no Congresso Nacional, senador eleito Ronaldo Caiado (Democratas-GO), acusou a Receita Federal de não repassar 1º lote da restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física por conta da dificuldade financeira do governo. A receita confisca de forma disfarçada o dinheiro do cidadão que pagou o imposto de renda.

De acordo com o democrata, a atual situação das contas do governo é o verdadeiro motivo por trás da não emissão do primeiro lote de restituição, que deveria ter sido entregue no dia 15 de janeiro. Este já é o maior atraso no repasse em 10 anos, conforme revela reportagem do Valor Econômico desta segunda-feira (26/01).

“Assim como fizeram racionamento de energia disfarçado na semana passada, o governo tenta reter o nosso dinheiro assim, na cara dura. É um confisco disfarçado. Mais um peso para o contribuinte que já foi lesado com o veto ao reajuste na tabela”, protestou Caiado.

O líder se refere ao veto feito pela presidente Dilma Rousseff à emenda que instituía a correção na tabela do Imposto de Renda de acordo com a projeção da inflação de 2014, de 6,5%. Para Caiado, a Receita Federal está sendo usada como mais um instrumento a serviço do “pacote de maldades” da presidente.

“Imaginem o cidadão que está no cheque especial com juros de mais de 100% ao ano esperar por esse dinheiro retido ilegalmente e que só será corrigido pela Selic em 12,25%. O governo deve explicações detalhadas a respeito desse assunto”, afirmou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *