Caiado: Dilma eleva tesoureiro a ministro para blindá-lo

16708416277_5a09cf0786_zO líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), comentou a divulgação de que o novo ministro da Comunicação Social será o ex-tesoureiro da campanha de Dilma, o petista Edinho Silva.

Para o senador, a escolha de um homem ligado ao financiamento da campanha da presidente no momento em que ela está sub judice tem o objetivo de protegê-lo do avançar das investigações da Lava Jato.

“Só posso entender como uma maneira de dificultar as investigações do juiz Sérgio Moro. Ao dar status de ministro a Edinho para blindá-lo, ela dá a ele um foro diferenciado nas investigações. Isso é inadmissível em qualquer lugar do mundo. Não é só uma incoerência, como uma afronta”, criticou Caiado.

O democrata acredita que a estratégia petista deve atiçar ainda mais a indignação social com o governo, que hoje só conta com a aprovação de um entre dez brasileiros.

“Na hora em que o que mais pesa do escândalo do Petrolão é o uso do esquema para financiar Caixa 2 de campanha, qualquer governo sério faria questão de afastar os principais nomes suspeitos. Mas Dilma já demonstrou que está completamente desconectada da realidade, não sabe o que está acontecendo no Brasil. É mais motivação para a população ir às ruas”, comentou.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *