Caiado participa do Fórum de Comandatuba com debate sobre desenvolvimento na América Latina

16496163555_ac5a711215_z

O senador Ronaldo Caiado (GO) participa de 18 a 21 de abril do 14o Fórum de Comandatuba, organizado pelo LIDE (Grupo de Líderes Empresarias). Durante os quatro dias, o maior evento empresarial do país terá como tema central “O Papel dos Líderes no Desenvolvimento Econômico e Social na América Latina”. Para o líder do Democratas no Senado, o evento será uma oportunidade para discutir propostas para o real desenvolvimento da região sem influência do viés bolivariano que permeia a política de diversos países latino americanos hoje.

“Será um momento para discutir a política na América Latina sem o viés bolivariano  e da tutela do Foro de São Paulo. É uma oportunidade de firmar uma aliança que promova de verdade o desenvolvimento econômico e social ao contrário da realidade que estamos assistindo hoje: uma política que enclausura o Brasil e os demais países da América Latina os deixando isolados do mundo globalizado”, avaliou Caiado.

O fórum será realizado na Ilha de Comandatuba, na Bahia, com a presença dos ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (Brasil), Vicente Fox (México), Luis Alberto Lacalle (Uruguai) e Jorge Quiroga (Bolívia), além de políticos e empresários.

5 thoughts on “Caiado participa do Fórum de Comandatuba com debate sobre desenvolvimento na América Latina

  1. Seria desejável a percepção continental da necessidade de erradicação desse modelo bolivariano, que cresceu e não foi percebido ( agora está bem claro na Venezuela) e creio se os povos desses paises percebessem que seus países também podem vir a ter um retrocesso igual a Venezuela a aceitação de líderes empresariais e o povo seriam melhor comungados

  2. por mais respeito q tenho pelo Senador CCaiadoácho q ele ja esta em campanha p,abracos Dióresidencial ,o problema q o brasil tem muita coisa séria pra resolver e nem sabe se tera esta eleicão ,suggiro ao senador q o perfil dele direita radical,excluir da possibilidade da presidencia ,o q presisamos é um politico firme mas negociador ainda ficco com FHC de longe e quanto ao caiado no maximo ministro ou alguma coisa assim ,pode ser governador de seu estado Goias

  3. O FHC não está acompanhando as vozes das ruas. Não sei se por excesso de generosidade ou por rabo preso. Na dúvida e por cautela, fico com a primeira opção. Tem que devolver as máquinas venezuelanas SMARTMATIC que o Tóffoli comprou por R$150 milhões e instalou em Minas Gerais, Rio de Janeiro e Pernambuco. Precisamos acabar também com a apuração sigilosa das eleições. Porque? Nunca houve isso? Principalmente quando é um petista que está no comando do TSE. Venezuelanos de alto coturno que vivem nos EUA dizem que elas são programadas para fraudar qualquer eleição.

  4. FHC me decepcionou. Agora me parece claro o seu envolvimento com o espúrio Foro de São Paulo. Agora percebo que a Educação no país começou a degringolar no seu governo. Agora valorizo mais o Itamar Franco em relação ao Plano Real. Que pena FHC!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *