Diretores de Correios e Postalis vêm ao Senado explicar rombo no fundo de pensão

IMG_0686A Comissão de Fiscalização e Controle do Senado aprovou requerimento para ouvir o diretor-presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, o superintendente da Previdência Complementar (Previc), Carlos Alberto de Paula, e Antonio Carlos Conquista, atual gestor do Postalis, fundo de pensão da empresa que hoje conta com um rombo de R$ 5,6 bilhões.

O requerimento de autoria do líder do Democratas na Casa, Ronaldo Caiado (GO), foi aprovado nesta terça-feira (05/05). O senador quer explicações sobre os motivos que levaram o fundo a reter até 25% do salário de funcionários e pensionistas para pagar o prejuízo.

“Os gestores desse fundo devem responder por esse absurdo e não os funcionários que foram enganados por uma diretoria que usou o dinheiro deles para comprar títulos da Venezuela. Pelo visto, o esquema de corrupção do mensalão, que começou nos Correios, continuou firme e forte na empresa”, justificou Caiado.

Ministro
O requerimento original previa ainda a convocação do ministro Ricardo Berzoini (Comunicações), mas após acordo entre Caiado e membros da comissão, a presença de Berzoini ficou acordada para um segundo momento, caso as explicações dos diretores não satisfaçam o colegiado.

 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *