bndes

Aprovado projeto de Caiado que garante 20% dos recursos subsidiados do BNDES para o agronegócio

A Comissão de Agricultura aprovou nesta quinta-feira (11/6) projeto de lei do senador Ronaldo Caiado (PLS 144/2015) que garante 20% dos recursos subsidiados do BNDES para projetos de agricultura, pecuária e serviços relacionados. Atualmente, o agronegócio recebe apenas 7,7% dos valores a juros equalizados pelo governo. O texto segue para apreciação na Comissão de Assuntos Econômicos, última instância de apreciação no Senado.

“O agronegócio é hoje o setor que demonstra maior pujança na combalida economia brasileira. Com aproximadamente 23% de participação no PIB, não fosse esse setor o País já teria enfrentado forte recessão no ano de 2014. Este ano, no resultado do PIB do primeiro trimeste, o agronegócio foi o único setor que apresentou crescimento. Mesmo a com força e importância do setor, dos seguidos aumentos de produtividade e da alta tecnologia associada ao agronegócio, ele recebe somente 7,7% dos desembolsos do BNDES. De um total de R$ 402 bilhões, apenas R$ 31 bilhões foram desembolsados para agricultura e pecuária”, relatou Caiado de posse de informações do Relatório Gerencial Trimestral dos Recursos do Tesouro Nacional – 3º Trimestre/2013, publicação do próprio BNDES.

Os valores de que tratam esse projeto são empréstimos subsidiados pelo Tesouro Nacional. Ou seja, financiamentos que têm parte dos juros pagos com recursos do orçamento da União. “Nada mais justo ampliar os financiamentos para o agronegócio. Afinal, são recursos que contam com pesados subsídios que batem, atualmente, em quase R$ 30 bilhões anuais, arcados por toda a população brasileira, inclusive aquela parcela que se dedica ao agronegócio, setor que nos enche de orgulho e que serve de referência para o resto do mundo”, opinou o parlamentar.