senepol

Caiado aposta no crescimento da pecuária

Apesar da perspectiva de retração em todos os setores da economia brasileira, o cenário da pecuária deve destoar e avançar na próxima década. Esta é a avaliação que o líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado, fez durante a Convenção Nacional da Associação Brasileira de Criadores de Gado Bovino Senepol, em Uberlândia (MG). O senador foi convidado pelo presidente da Associação, Gilmar Gourdard, para falar sobre a atividade agropecuária dentro do atual contexto político e econômico do Brasil.
“Mesmo com toda a turbulência e intranquilidade diante da falta de políticas econômicas no Brasil, quero me arriscar a fazer um diagnóstico. Já tivemos vários momentos no Brasil: da cana, do café, da mineração. Mas agora teremos pela frente a década da pecuária”, afirmou.

Aos criadores que acompanhavam a palestra o senador elencou fatores que estão favorecendo a pecuária. O primeiro deles é que o Brasil é um dos poucos países do mundo que consegue produzir o chamado “boi verde”, criado no pasto. O segundo fator seria a qualidade do avanço da carcaça. “Conseguimos atender a demanda nacional e entramos de forma competitiva no cenário internacional”, emendou.

Para o senador, é graças aos pecuaristas que o setor tem avançado enormemente. “Conseguimos debelar a febre aftosa, que excluía o Brasil dos grandes mercados. Mas tudo recai nos ombros dos produtores. São eles os responsáveis pela garantia do produto”, lembrou.

Homenagem

Antes da palestra o senador foi agraciado com uma placa de homenagem que reconhece seu comportamento ético na vida pública, além da defesa dos produtores rurais.

O vice-presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, Gustavo Galaci, fez a entrega da placa também em nome da associação e lembrou que em 1989 Uberlândia teve a honra de fazer o lançamento da candidatura de Ronaldo Caiado à Presidência. “Espero contar com esse orgulho novamente”, discursou.