Democratas nas Comissões - SLJ 023

Ex-diretor do IPEA é convidado a explicar ingerência política no órgão durante eleições

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, conseguiu aprovar seu requerimento de convite ao ex-diretor do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), Herton Araújo.

O documento apreciado na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado, nesta terça-feira (18/08), cita as denúncias de “ingerência política” na não divulgação de dados da PNAD durante a campanha de 2014. A pesquisa revelou que a pobreza extrema cresceu no país durante Governo Dilma.

Em depoimento dado à Justiça Eleitoral como parte de uma ação que pede a cassação da chapa encabeçada pela petista por abuso de poder econômico e político, Araújo confirmou que foi impedido de divulgar os dados. O incidente o motivou a pedir exoneração do cargo.

“O IPEA foi censurado pela campanha de reeleição da presidente como parte do imenso estelionato eleitoral que escondeu a real situação do país e ajudou a quebrar ainda mais a nossa economia. Os envolvidos terão que responder”, defendeu Caiado.

Para o senador, qualquer interferência política em um órgão responsável por estatísticas e pesquisas oficiais é um grave atentado à democracia e à credibilidade do Estado brasileiro.

“É preciso tratar esse caso com seriedade porque corremos o risco de virar uma Argentina, onde dados oficiais sobre inflação e outros balanços não têm a menor confiabilidade no cenário internacional. Transportar a falta de credibilidade do governo para nossos órgãos técnicos seria desastroso”, concluiu.

A Comissão deve marcar a audiência pública em breve, de acordo com a disponibilidade do ex-diretor convidado.