11824975_923776947678950_6050758811399783905_n-754x426

Lula levou ao Palácio a corrupção como hóspede oficial, afirma Caiado no Roda Viva

Em entrevista ao programa Roda Viva, veiculado na noite desta segunda-feira (04/08), o senador Ronaldo Caiado (GO) citou o Governo Lula como ponto de partida para que esquemas como Mensalão e Petrolão se espalhassem pelas estruturas do governo federal.

Ao citar as investigações da Operação Lava Jato que novamente chegaram ao ex-ministro da Casa Civil de Lula, José Dirceu, Caiado afirmou que o país está “tomando conhecimento do que acontece dentro do intestino da ‘esquerda’ que chegou ao poder”.

“O que o juiz Sérgio Moro está mostrando é o que acontece dentro do intestino dessa ‘esquerda’. Está mostrando que a corrupção que Lula levou para o Palácio como hóspede oficial se ramificou, deu metástase. O Mensalão, a Petrobras, o BNDES e os fundos de pensão representam um só modelo de desvio de recursos que atende a um único propósito: a perpetuação do PT no poder. É um modelo que começou no Governo Lula e está tendo continuidade com Dilma”, afirmou Caiado

Moralidade
Ao ser indagado sobre motivações ideológicas que estariam levando tantas pessoas às ruas em protesto contra o governo, Ronaldo Caiado reforçou que não se trata simplesmente de uma “onda conservadora”, como alguns tentam rotular, mas de um processo de “moralização” da política brasileira.

“Tentam passar uma imagem de que a direita comunga com o estado de exceção. E a esquerda, como era vista antes? Ética? O PT foi contra o Plano Real e hoje sabemos que eles criaram suas próprias moedas, que são o Barusco e o Pixuleco. É preciso entender que acima de motivações ideológicas existe o desejo de moralização da política. Quem está indo às ruas está indo antes de tudo contra esse Estado corrupto que foi criado nos últimos 12 anos”, afirmou.