IMG_6032 (1)

Democratas está em sintonia com as ruas, diz Caiado

Na abertura do seminário “Um novo caminho para o Brasil”, promovido pela legenda, líder no Senado afirmou que partido tem condições de reverter situação caótica do País

Durante o seminário “Um caminho para o Brasil” realizado hoje (14/9), o líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), destacou que o Democratas precisar estar preparado para atender aos anseios da maioria da população que protesta contra governo Dilma Rousseff. Na opinião do parlamentar, o partido tem todas as condições de reverter essa situação caótica criada pelo PT pela sua competência e histórico de coerência. Caiado abriu o evento promovido pela Fundação Liberdade e Cidadania, ligada a legenda, em São Paulo, em que se discutiu um novo projeto para o Brasil de médio e longo prazos para ser adotado no período pós-Dilma com prioridade para educação e saúde.

“O Democratas é o partido escolhido pelos jovens que levantaram a bandeira contra os desmandos do governo do PT. Por isso, nos reunimos hoje aqui. Estamos em sintonia com os movimentos de rua porque somos um partido sem mácula, que não pratica negociatas, que cortou na própria carne, quando necessário”, ressaltou para uma plateia que lotou auditório do hotel Intercontinental. “Somos o partido que tem condições de levantar a bandeira e promover a mudança que o país precisa e espera. Estamos vivendo em um país da ditadura da propina. Essa é verdade. Vivemos na governança da corrupção. E temos condição de quebrar essa situação e implantar aquilo que a democracia exige de todos nós que somos líderes políticos. Vamos dar sequência no Senado a esse movimento iniciado na Câmara que é o movimento pro-impeachment”, afirmou.

O líder democrata acredita que a mobilização do partido vai resultar em um grupo expressivo de prefeitos e vereadores nas próximas eleição de 2016. “Desse seminário vamos levar não só argumentos, mas a responsabilidade de nos mobilizar e buscar os melhores quadros. Já temos as melhores cabeças na Câmara dos Deputados e Senados e temos todas as condições de formar um boa bancada de prefeitos e vereadores em 2016”, assegurou.

Saiba mais
Na primeira etapa do projeto participaram do debate o educador coreano, Oh Sok Jin e Claudio de Moura Castro, economista, educador, articulista da revista Veja com o painel “A Educação Como Fundamento De Um Brasil Desenvolvido e Justo”.

“A Saúde Pública No Brasil: Diagnóstico da Situação Atual E Propostas Para O Futuro” foi o outro tema debatido pelo vice-presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Luiz de Britto Ribeiro, e o médico e deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS). Estiveram presentes os deputados federais Felipe Maia (RN), Efraim Filho (PB), Carlos Melles (MG), Pauderney Avelino (AM), além do presidente nacional do partido, José Agripino (RN), e do líder na Câmara, Mendonça Filho (PE). Por motivo de saúde o presidente da FLC, deputado José Carlos Aleluia (BA) não esteve presente. A próxima etapa do projeto está marcada para novembro.