20151027114327

Caiado quer que Outubro Rosa defenda mamografia gratuita a partir dos 40

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), defendeu que o movimento nacional Outubro Rosa pressione o governo para acatar lei aprovada no Congresso Nacional (Lei 11.664/2008) que torna universal e gratuito a mamografia para mulheres a partir de 40 anos.
Durante sua participação na sessão especial do Senado que homenageou o movimento, Caiado falou sobre a manobra realizada pelo Ministério da Saúde, ainda sob o comando de Alexandre Padilha, que através de uma portaria (1.253/2013) ignorou a lei aprovada.
“O que fizeram foi de uma inconstitucionalidade absurda. E o pior: além de aumentar a idade para 50 anos, a portaria determinou que o SUS só cubra o exame de uma mama”, relatou o democrata.
Caiado pediu que o Outubro Rosa, diante de sua abrangência e popularidade em todo o território nacional, incorpore dentro de sua pauta essa luta que está sendo travada novamente no Congresso através de um decreto legislativo.
“Convidei todo o movimento para embarcar nessa luta. Estou com um decreto legislativo em trâmite no Congresso que susta essa portaria insensível e cruel do Governo PT. O câncer de mama começa a ser vencido nas políticas públicas de prevenção”, defendeu.