caiado

Marconi e ministro de Minas e Energia explicarão venda da Celg no Senado

Comissão de Assuntos Econômicos aprovou requerimento do senador Ronaldo Caiado para realização de audiência pública sobre o tema

A Comissão de Assuntos Econômicos aprovou nesta terça-feira, 20/10, a realização de audiência pública com o governador Marconi Perillo e o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, para explicarem a venda da Celg. Para o autor do requerimento, senador Ronaldo Caiado (GO), os representantes da União e do governo de Goiás devem esclarecimentos aos goianos sobre a operação que vai só vai trazer prejuízos à população.

“Os atuais detentores das ações da empresa devem ao povo goiano explicações sobre o processo de deterioração do caixa da estatal e as manobras a partir daí para apressar sua venda e deixar os prejuízos das dívidas acumuladas aos goianos”, disse sobre as decisões de Perillo que ampliaram as dívidas da empresa para depois repassar 51% da Celg à Eletrobrás a valores irrisórios e agora tomou todas as medidas, desde manobras na lei à chantagem com empresários, para vender a maior empresa do Centro-Oeste.

“Esperamos que desta vez o governador compareça ao contrário do que houve em audiência da comissão da MP 677, com o ‘jabuti’ que envelopou a Celg para entrega”, acrescentou sobre audiência pública realizada mês passado para debater a Medida Provisória 677, que foi aprovada com item que facilitará a venda da empresa. A inclusão da Celg na MP é pelo regimento da Casa considerada matéria estranha ao tema principal da MP que trata do sistema elétrico do Nordeste. Na ocasião, Caiado denunciou todas as manobras antirregimentais para aprovar a MP bem como trouxe documentos que comprovam como o governador de Goiás agravou o endividamento da empresa.