20151125111833

Com ampliação de crise política, Caiado volta a defender eleições gerais

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), reforçou a necessidade de antecipar eleições gerais no país após nova operação da Polícia Federal envolver ministros, parlamentares e o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha.

De acordo com o senador, que já defende essa iniciativa desde o final de novembro, o caos político que se criou com os principais quadros dos dois maiores partidos do governo envolvidos cria uma crise de legitimidade que só poderá ser reparada novamente com o voto popular.

“Não existe governabilidade. Não tem como conviver com uma situação insustentável como essa. Tenho defendido a tese de entregarmos os mandatos no Congresso e na Presidência para novas eleições. As urnas legitimariam um novo governo. Ou nós buscamos uma solução para a crise, ou ela vai engolir o País. Nada é mais atual do que avançarmos para uma antecipação das eleições do Congresso e da Presidência”, afirmou.