AvbQwbOl-vi6PWInSdohzA2mOl_pIzQ7d39-BaldPVhR

Senado realiza audiência sobre impacto de empreendimentos residenciais no centro histórico de Pirenópolis

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, conseguiu aprovar, na manhã desta quarta-feira (16/12), uma audiência pública na Comissão de Desenvolvimento Regional (CDR) para debater a construção de dois empreendimentos imobiliários na cidade de Pirenópolis (GO). As construções supostamente ameaçam o tombamento do centro histórico local.

O evento marcado para esta quinta (17/12), às 10h, deve contar com a participação do prefeito Nivaldo Antônio de Melo, além de representantes da associação de moradores e especialistas em turismo local. A cidade de Pirenópolis, situada a 140 km de Brasília, foi tombada como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 1989.

“Somente no centro de Pirenópolis existem mais de 240 imóveis centenários, todos preservados pelo Iphan. Até mesmo casarões construídos recentemente preservam fachadas em cor branca, janelões coloridos e grandes portas de madeira que respeitam as mesmas características do ciclo do ouro e dos tempos dos engenhos. Esse equilíbrio precisa ser preservado, tanto do ponto de vista histórico-cultural, como em defesa do turismo goiano”, defendeu o senador.

A atenção sobre o tema surgiu após denúncias na imprensa. Os dois empreendimentos autorizados pela prefeitura e pelo Iphan iriam acrescentar ao centro histórico 262 apartamentos erguidos em área tombada, na rua que dá acesso à Igreja Matriz, um dos principais cartões postais do estado.

De acordo com o jornal Correio Braziliense, as obras seriam realizadas em áreas próximas a nascentes e lagos e que comprometeriam o fluxo de água e energia já escassos na cidade de 22 mil habitantes. “Não é a primeira vez que os moradores se unem contra a cobiça do mercado imobiliário e dessa vez pretendo ajudar. Vamos dar oportunidade às partes envolvidas para que exponham seus pontos de vista, tudo em respeito à preservação do patrimônio cultural e artístico de Goiás e do Brasil.