22313654016_56be6e1810_z (1)

Falta de credibilidade de Marconi contribui para a saída da Votorantim

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) criticou na manhã desta terça-feira (19/01) a omissão do governador Marconi Perillo (PSDB) em relação ao fechamento da unidade da Votorantim Metais em Niquelândia, cidade onde a empresa atua desde 1981. O anúncio foi feito ontem pela empresa e irá valer a partir de 1º de fevereiro, quando cerca de 800 funcionários serão demitidos.

“O governador Marconi Perillo finge que não vê e que não é com ele. Mais um resultado da parceria Dilma e Marconi. O governador de Goiás é omisso porque faz um governo fraco que não tem credibilidade para manter investimentos. Essa realidade irá aprofundar ainda mais o fosso da economia de Goiás”, criticou.

Na avaliação do senador, a saída da empresa da cidade é resultado da crise produzida pelo PT com o apoio do tucano. “A crise cavada pelo PT com o apoio do governador Marconi Perillo está levando para o buraco a economia de cidades inteiras. É o que ocorre agora com Niquelândia, onde a Votorantim Metais, que atua ali desde 1981, anunciou que irá suspender as suas atividades”, citou.

O parlamentar lamentou que esta realidade afete a vida de milhares de cidadãos que dependem da empresa para viver. “São mais de 800 trabalhadores diretos que perderão seus empregos. Mas não é só isso: lideranças da região dizem que mais de 5 mil pessoas devem ser afetadas numa reação em cadeia. Quem investiu em comércio na cidade na esperança de dias melhores, se tornou fornecedor da empresa ou contraiu empréstimos para financiar ali a sua casa própria, agora só enxerga um futuro nebuloso pela frente”, completou.