23605683814_32c4e37c2e_z

Lula deve ser convocado na CPI do BNDES para explicar denúncia de Cerveró, diz Caiado

Líder ainda cobrou instalação da CPI no Senado que tem a assinatura de 30 senadores

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), declarou nesta terça-feira (12) que o ex-presidente Lula deve ser convocado na CPI do BNDES da Câmara para explicar denúncias feitas a partir da delação premiada do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró. Para o senador, as revelações de Cerveró são essenciais para se alcançar os cabeças do esquema de corrupção desvendado pela Lava-Jato. Caiado ainda acredita que é inadiável a instalação da CPI do BNDES no Senado, solicitada em requerimento de sua autoria.

Em seu depoimento, Cerveró afirmou que foi indicado para o cargo de diretor da BR Distribuidora como prêmio de Lula por ter facilitado o contrato do Grupo Schahin para o aluguel de um navio sonda para a Petrobras. A mesma empresa forneceu empréstimos para pagar dívidas de campanha do PT intermediadas por José Carlos Bumlai, amigo de Lula, preso na operação Lava-Jato.

“O porquê do Palácio do Planalto se preocupar tanto com a delação de Cerveró, a ponto do então líder do Governo Delcídio Amaral oferecer um plano de fuga, fica evidente agora. É um depoimento que pode finalizar esse quebra-cabeça ao identificar e punir os verdadeiros chefes desse esquema. Lula tem que ser convocado pela CPI do BNDES na Câmara para tentar se explicar. E não dá mais para o Senado adiar a CPI do BNDES. Já temos um requerimento assinado por mais de 30 senadores que pede a criação dessa comissão”, ponderou Caiado.