Apu8ZLFMgW2_v4m43lcIf4SvmRrTKAOElloNC1cWYsLP

Após requerimento de Caiado, Comissão de Fiscalização pede sessão plenária sobre zika vírus

A Comissão de Fiscalização e Controle vai solicitar a realização de sessão temática no plenário do Senado sobre a epidemia de zika vírus. A providência foi adotada após o senador Ronaldo Caiado (GO) apresentar requerimento de convocação do ministro da Saúde para tratar do tema em audiência pública no colegiado. O pedido será encaminhado hoje (16/2) à Mesa Diretora da Casa. Caiado destacou a urgência em apresentar soluções à população com presença não só do governo, mas de cientistas envolvidos no assunto.

“Os cortes orçamentários já ocorreram na saúde. Então, nossa função é trazer cientistas, especialistas no tema para sinalizar o que pode ser feito para enfrentar essa grave situação. Não é hora de queda de braço, de embates políticos. Há milhares de vidas em jogo. Existe potencial de que um milhão de brasileiros sejam infectados com o zika vírus e quatro mil gestantes não sabem que sequelas seus filhos terão”, disse o líder do Democratas.

Caiado criticou a falta de prioridade do governo para a saúde que coloca interesses políticos à frente das necessidades da população. “Temos que lidar ainda com o ministro do dia porque o governo exonerou ‘temporariamente’ Marcelo Castro, por interesses políticos. Vejam a prioridade que o governo dá para a saúde”, protestou Caiado.

Edinho Silva

Também na reunião de hoje da Comissão de Fiscalização, o senador Ronaldo Caiado lamentou a rejeição de seu requerimento para convocar o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva, para explicar o uso da Voz do Brasil para fazer defesa à presidente Dilma.

“Essa postura depõe contra a liderança do PT. Como podem cobrar imparcialidade da imprensa se o programa público, mantido com orçamento da União, virou instrumento para fazer propaganda e defesa da presidente da República? A Constituição determina impessoalidade como um dos princípios da administração pública”.

No dia 4/12/2015, a edição da Voz do Brasil veiculou depoimentos de ministros de Estado e a posição dos apresentadores em defesa da presidente Dilma Rousseff sobre o processo de impeachment requerido na Câmara dos Deputados.