Governo usa crise para ampliar política arrecadatória, diz Caiado após MP 692/15

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), criticou a aprovação em plenário da Casa, nesta terça-feira (24/02), da MP 692/15, que eleva tributação sobre ganho de capital.

No entendimento do senador, sob a desculpa da crise o próprio governo criou, ampliou-se a política do PT de aumentar o tamanho do Estado com mais tributação. “Mais uma vez aumentar imposto sob desculpa de que governo precisa arrecadar. A única saída que apontam para a crise é crescer arrecadação em pessoas que trabalham e produzem, que veem seu patrimônio crescer com trabalho e suor. Então é o brasileiro com o seu imóvel que vai ter que pagar pela crise do PT? O governo vai tirar o país do atoleiro em cima do ganho de capital?”, questionou.

Caiado lembra que a medida foi aprovada semanas antes de uma manifestação nacional pela saída da presidente Dilma. Para ele, a notícia de aumento de imposto deve servir como catalizador da indignação popular com o atual cenário do país. “O Senado, ao aprovar essa MP, está desprezando o 13/03. O governo só coloca mais pólvora nas manifestações e população também vai reagir de forma agressiva contra um Congresso que já está de joelhos”, definiu.