AvOE7oEwS1S-AmNgJqTfk5gVyGbNfCZPDtTgqS9_Jmyz

Após requerimento de Caiado, comissão do “semiparlamentarismo” é suspensa

O líder do Democratas do Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO) entrou com um requerimento pedindo o cancelamento da comissão que avaliaria a possibilidade de um governo “semiparlarmentarista”, nesta terça-feira (15/03).
Após sua defesa em plenário, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou a suspensão do colegiado.
“Se há um recado claro que nos foi dado pelas ruas neste domingo é que a pauta prioritária do Congresso deve ser o impeachment. Não podemos cogitar essa possibilidade que ainda precisaria passar por um plebiscito antes de ser validada. Estão tentando produzir uma saída para que amanhã Lula apareça como primeiro-ministro e Dilma como chefe de Estado”, argumentou Caiado.
No entendimento do democrata, criar distrações nesse momento vai de encontro ao desejo popular que pede uma solução rápida para a crise de governabilidade que afeta a economia do país.
“Diante de um momento tão delicado como esse, a população toda foi para as ruas decidida pelo impeachment. Essa é a prioridade Uma vez superado, vamos tratar dessa matéria que necessita de um longo estudo e debates”, afirmou.