energia

Caiado pede auditoria em despesas de Lula com recursos públicos entre 2011 e 2014

O líder do Democratas, Ronaldo Caiado (GO), requisitou auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU) nos gastos do ex-presidente Lula cobertos com recursos do Orçamento da União entre os anos de 2011 e 2014.
O requerimento apresentado ao plenário do Senado Federal traz em sua justificativa o pagamento de diárias a servidores colocados à sua disposição em deslocamentos a imóveis de seu usufruto, reformados por construtoras com relações contratuais suspeitas com o ex-presidente, bem como em viagens internacionais financiadas por algumas das empresas investigadas no escândalo da Petrobras.
“Algumas dessas diárias teriam sido pagas em datas coincidentes com viagens de Lula a serviço das construtoras, o que por si já comprova a má aplicação de recursos públicos em desvios que favorecem terceiros indevidamente, mesmo que seus familiares diretos, traduzindo-se em casos de uma mordomia completamente descabida”, argumenta o líder democrata.
Caiado reforça que o Senado não pode se omitir diante da gravidade dos fatos noticiados pela imprensa e já em processo de investigação pelo Ministério Público, caso das obras no tríplex do Guarujá, no sítio em Atibaia, além das viagens internacionais a serviço das construtoras, em que há apuração em curso sobre suposto tráfico de influência praticado pelo presidente.
“Diante da gravidade desse fato, torna-se urgente que o Tribunal de Contas da União realize uma auditoria minuciosa de todo e qualquer recurso público que tenha sido empregado no pagamento de despesas do ex-presidente Presidente para que o Senado possa exercer de fato sua competência fiscalizadora, definida no artigo 49, da Constituição Federal”, finaliza Caiado no pedido de auditoria.