AtffrEfSOuGnNrMpVqUiRXGwRUy0IqoiZvlqWaWQsP55

Caiado elogia nova equipe econômica e diz que a hora é de conter despesas, não criar impostos

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, elogiou a escolha objetiva de nomes do mercado para a equipe econômica do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Em coletiva na manhã desta terça-feira (17/05), Caiado defendeu a nova diretriz da pasta e antecipou que o Congresso pretende ajudar, caso haja um primeiro esforço na contenção de despesas do governo.

 

“Meirelles foi bem direto ao mostrar as reformas que têm que ser feitas e as contenções que deverão existir antes de apresentar alternativas tributárias. É hora de conter despesas, não criar impostos. A sociedade deseja ver primeiro quais os cortes que serão feitos para estancar uma sangria no Orçamento Público. Nessa hora de colapso econômico é necessário um bom cirurgião, e é o que Meirelles está mostrando ser”, afirmou o senador.

 

Caiado também comparou o uso de medidas tributárias ao ato de ministrar um remédio ao paciente. “Não se pode apenas repassar despesas para a sociedade brasileira, é preciso mensurar. A partir desse primeiro momento de cortes, vamos avaliar até que ponto nós devemos aumentar a dose do remédio, algo gradual. O que separa o remédio do veneno é a dose. O que o Governo Dilma fez foi justamente ministrar uma alta dose que funcionou como um veneno para a economia e para os mais carentes”, lembrou.