WhatsApp-Image-20160510 (2)

Caiado prevê “entre 54 e 58 votos” pelo afastamento de Dilma no Senado

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado (GO), acredita que o relatório que pede o afastamento da presidente Dilma Rousseff será aprovado com pelo menos 54 votos — o equivalente a 2/3 da Casa, embora seja necessário apenas maioria simples.

O parecer vai à votação em plenário nesta quarta-feira (11/05). De acordo com Caiado, a marca seria significativa por ser o necessário para o afastamento definitivo da presidente, que deve ser julgado em um prazo de 180 dias.

“É caso consumado. Já temos hoje 46 senadores que deram publicidade de seus votos a favor do afastamento e temos a confiança de que o número deve subir até amanhã e ficar entre 54 e 58 votos”, afirmou.

O democrata acredita que após seguidos episódios de afronta à Constituição, às instituições e ao Congresso Nacional, o Palácio do Planalto não conta mais com a confiança de senadores que ainda faziam parte da base do governo.

“Após a série de ataques que a presidente tem feito à democracia e ao parlamento, a base deles diminuiu ainda mais. O último episódio envolvendo o deputado Waldir Maranhão foi a gota d’água”, comentou o senador.