impeachment

Perícia externa para avaliar decretos na Comissão do Impeachment constrangeria TCU, diz Caiado

 

O líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado, criticou a proposta de convidar na Comissão do Impeachment uma perícia externa para refazer o parecer do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre os crimes fiscais cometidos pela ex-presidente Dilma. A sugestão foi rejeitada nesta quarta-feira (08/06), após Caiado recorrer da decisão do presidente Raimundo Lira (PMDB-PB).

“Era uma proposta que colocaria o TCU subordinado à avaliação de um perito externo, ou seja, uma inversão completa dos fatos na Comissão do Impeachment. Recorremos e ganhamos em plenário porque ficou claro que tudo que está sendo julgado aqui passou pela mais alta corte de fiscalização e pelo mais competente corpo técnico que temos na esfera pública”, defendeu Caiado.

De acordo com o democrata, a justificativa de que estaria se seguindo o mesmo rito adotado na ocasião do impeachment de Collor não pode se aplicar neste caso. “Naquele momento era preciso periciar os documentos de aquisição do Fiat Elba, uma documentação externa. Agora estamos falando de decretos presidenciais que já foram analisados pela mais alta corte de fiscalização do país. Estaríamos admitindo uma procrastinação sem sentido para atrasar o afastamento em definitivo de Dilma”, argumentou.