O líder do democratas no Senado Ronaldo de GO, defendeu durante audiência pública que debateu a PEC do teto nos gastos públicos, que a maior preocupação deveria ser com a saúde e educação aos invés de aumento para funcionários e criação de ministérios.