WhatsApp Image 2016-08-24 at 21.17.48

Caiado critica prorrogação do Mais Médicos sem avaliação de profissionais

O líder do Democratas no Senado Federal Ronaldo Caiado criticou a prorrogação do Programa Mais Médicos aprovada no Senado na noite desta quarta-feira (25/08).

Caiado ressaltou a arbitrariedade em manter no país por mais três anos profissionais que não são avaliados pelo trabalho nem pela competência para exercer a medicina.

“Esse absurdo não acontece em lugar nenhum do mundo. Nenhum brasileiro que vai trabalhar fora recebe essa regalia. Todo país tem um currículo exigido e demanda condições mínimas para que um profissional sente diante de um paciente”, alertou.

Caiado trouxe o exemplo já usado no estado de São Paulo, onde os principais centros de trabalho já exigem, além do diploma, uma aprovação posterior da Associação Médica de São Paulo para exercer a profissão. “Na contramão, estamos dando carta branca para que médicos cubanos exerçam a profissão no país por mais três anos”, lamentou.

Irregularidades
Ronaldo Caiado também fez menção aos valores destinados ao governo cubano que já superam R$ 2 bilhões desde o início do programa. “O PT fez um Mais Médicos onde só 9,35% do valor gasto foi para o médico cubano e o resto ficou com o governo de Cuba. Quero ver na hora em que a Lava Jato avançar em cima desses contratos absurdos. Será revelado mais uma operação semelhante a tantas outras que foram fabricadas”, denunciou.