O Senador Ronaldo Caiado, líder do Democratas de Goiás, disse que não acredita num comportamento grosseiro por parte da presidente afastada Dilma Rousseff. Segundo ele, a liturgia do cargo não permite tal comportamento.