Senador Ronaldo Caiado, líder do Democratas de Goiás, disse que o fato de Dilma não ter cometido crime comum, na visão da PGR, não contamina o julgamento do impeachment, já que ela é julgada pelo crime de responsabilidade.