31009191550_afb15917d0_z

Caiado apresenta nesta terça requerimento para retirar de pauta projeto de abuso de autoridade

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), vai apresentar nesta terça-feira (6/12) requerimento da urgência do PLS 280/2016, que trata de abuso de autoridade. A aprovação do requerimento vai significar na prática a retirada da matéria da pauta do plenário do Senado. Na opinião do parlamentar diante do quadro de recessão econômica e da crise de credibilidade do Congresso Nacional, é necessário o parlamento se concentrar na votação de projetos urgentes para a recuperação do país. Para Caiado, a reação da população diante da inclusão do tema no pacote das 10 medidas contra corrupção na votação da Câmara dos Deputados demonstra que não é o momento de se discutir abuso de autoridade no parlamento. O projeto está na pauta da ordem do dia do Senado desta terça. Para que o requerimento seja apresentado é necessário o apoio de ¼ dos senadores (21 parlamentares).

“É totalmente inoportuno discutir esse projeto diante da relevância e urgência de ações para combater a crise com medidas que já são efervescentes, como a PEC do limite dos gastos e a reforma da previdência. Não se justifica colocar em pauta um tema tão polêmico como o abuso de autoridade e que já causou o divórcio entre a sociedade e a Câmara dos Deputados. Não podemos transformar essa discussão em uma queda de braço. Trata-se de um tema que não pode ser votado enquanto a operação Lava Jato não estiver em fase de conclusão. Esse projeto não pode ter armadilhas que desacreditem a operação de combate à corrupção”, argumentou o senador goiano.

Caiado anunciou que apresentaria o requerimento durante as manifestações deste domingo (4/12) em apoio a operação Lava Jato, contra a corrupção e as alterações promovidas no pacote das 10 medidas em votação na última semana na Câmara dos Deputados. O senador esteve nos protestos realizados na Avenida Paulista.