738b421f-8357-4cde-93f1-df5ef2fb400d

Brasil deve se posicionar sobre caos na Venezuela, diz Caiado após encontro com Lilian Tintori

O líder do Democratas, Ronaldo Caiado (GO), anunciou que o Senado recorrerá ao ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, para que o Brasil reforce sua posição contrária aos atos de violência praticados pelo ditador venezuelano Nicolas Maduro. Caiado e outro senadores receberam hoje (11/5) na presidência da Casa, Lilian Tintori, esposa de Leopoldo Lopez, que foi preso por Maduro por se opositor ao regime chavista. No encontro, Lilian Tintori relatou a grave situação vivida pelo país em que a população não tem acesso a produtos básicos enquanto o ditador distribui armas para militantes apoiadores do seu governo.

“Ouvimos hoje o relato dramático de Lilian Tintori, esposa de Leopoldo Lopez, preso há vários anos pelo ditador da Venezuela, Nicolas Maduro. Lilian, que está hoje aqui no Senado, nos contou que Maduro cada vez promove atos de truculência, distribui armas para adeptos do seu governo, enquanto a população não tem acesso a medicamentos básicos e nem condições mínimas de alimentação”, controu Caiado.

“Neste momento é fundamental que o Brasil se posicione para não deixar que este ditador continue fazendo da Venezuela conforme sua vontade sem ouvir o sentimento da população. Do nosso encontro com senadores e Lilian Tintori, ficou acordado que vamos recorrer ao ministro das Relações Exteriores para reforçar a posição do Brasil contra a violência praticada pela ditadura venezuelana”, concluiu.