Ronaldo Caiado 20-02 Crédito Sidney Lins Jr2

Com dobradinha Caiado e Lúcia Vânia, Federais de Jataí e Catalão são aprovadas em Comissão do Senado

Senador relatou projeto que cria nova instituição em Jataí e articulou também aprovação em Catalão junto à presidente da Comissão

Com a articulação dos senadores Ronaldo Caiado (Democratas-GO) e Lúcia Vânia (PSB-GO), os projetos que criam as universidades federais de Jataí (PLC 7/18) e Catalão (PLC 5/18) foram aprovados na Comissão de Educação do Senado, nesta terça-feira (20/02).

Os textos já aprovados na Câmara seguem agora ao plenário do Senado para o trâmite final em caráter de urgência. Caiado (Jataí) e Lúcia Vânia (Catalão) foram os relatores dos projetos e também se revezaram na exposição em defesa da importância regional das novas instituições.

“Vamos dar a oportunidade para que uma região altamente produtiva, que é o sudoeste goiano, tenha um ensino superior de ponta. A universidade em Jataí vai atender a toda uma área de mais de 56 mil quilômetros quadrados com 500 mil habitantes. Uma referência nacional em produtividade que agora será também referência na formação de pessoas qualificadas para dar, não só ao campo, mas ao setor urbano a qualidade profissional que merecem. É gratificante podermos ver neste momento uma matéria tão relevante como esta com o objetivo de poder facilitar a vida dos goianos que ali nasceram e vivem”, defendeu Caiado.

Lúcia Vânia elogiou o relatório de Caiado e enalteceu a importância do mandato do democrata para o estado de Goiás. “Cumprimento o senador Ronaldo Caiado e quero dizer da minha satisfação em vê-lo relatando essa matéria de uma região que conhece tão bem e sabe da importância dessa universidade para a região. É um motivo de orgulho para todos nós a sua relatoria e o seu trabalho aqui nessa casa”, comentou.

Já no relatório sobre a criação da Universidade de Catalão, Lúcia Vânia apontou não ter dúvidas de que “o desmembramento da Regional Catalão em universidade autônoma propiciará maiores oportunidades de expansão do acesso ao ensino superior público naquele entorno” e ressaltou a importância que “parcerias, convênios e pesquisas voltadas às necessidades da região poderão ser fortalecidas e estimuladas com maior celeridade”.

Após a leitura, Caiado pediu a palavra e ressaltou que essa é uma luta de vários anos que se inciou com o ex-prefeito Haley Margon e seguiu agora alicerçada pelo atual, Adib Elias. “Interessante é que o Estado de Goiás, um estado bem central, é um dos que têm o menor número de universidades entre os estados da federação. Esta matéria tem para nós uma relevância ímpar: vamos dar a uma região do estado que é referência muito avançada na área da indústria, com montadoras de carro e tratores, um ensino superior com a qualidade e a vocação que ela precisa”, evidenciou.

Curso de Medicina
Durante sua atuação, Caiado também reforçou o trabalho que vem desempenhando para a criação do curso de medicina em Catalão, já autorizado pelo Ministério da Educação e apenas aguardando dotação orçamentária.

“Essa é uma oportunidade que estamos criando de, dentro do campus de Catalão, instalarmos o curso de medicina, o que dará um grande diferencial a jovens que hoje são obrigados a migrar a Uberlândia ou Goiânia para ter essa oportunidade”, comemorou.