jackson

Vamos fechar o bueiro da corrupção, diz Caiado

Ao ser questionado nesta segunda-feira (26/03) pelo jornalista Jackson Abrão, de O Popular, sobre as metas de governo em um eventual mandato de governador, o senador Ronaldo Caiado (Democratas) afirmou irá focar no combate à corrupção, na transparência das ações administrativas e no reequilíbrio fiscal do Estado. Para ele, o fosso da corrupção em Goiás é muito grande e precisa ser fechado.

“O foco é fazer com o dinheiro do cidadão seja aplicado corretamente. Vamos implantar um sistema de tolerância zero a este bueiro da corrupção. Muitos falam que é preciso fechar o ralo. Não, aqui em Goiás nós vamos fechar o bueiro da corrupção. Só assim teremos condições de reinvestir onde é necessário”, defendeu.

Ronaldo Caiado afirmou que a máquina pública precisa atuar a serviço do cidadão. “É preciso fazer um desenho da máquina pública naquilo que é necessário para atender a população do Estado. O Estado não tem de atender interesses de A ou B, mas da população. E para isso é preciso ter transparência de verdade”, afirmou.

Veja os principais trechos da entrevista.

TOLERÂNCIA ZERO À CORRUPÇÃO

O foco é fazer com o dinheiro do cidadão seja aplicado corretamente. Vamos implantar um sistema de tolerância zero a este bueiro da corrupção. Muitos falam que é preciso fechar o ralo. Não, aqui em Goiás nós vamos fechar o bueiro da corrupção. Só assim teremos condições de reinvestir onde é necessário. É preciso rever contratos e também fazer um desenho da máquina pública naquilo que é necessário para atender a população do Estado. O Estado não tem de atender interesses de A ou B, mas da população. E para isso é preciso ter transparência de verdade. Não esse painel da transparência do governo hoje, que é obscuro. Você vai lá e não consegue acessar nada

DESEQUILÍBRIO FISCAL

A situação do Estado é calamitosa. Tanto é que o governador mandou uma Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) no final do ano invertendo totalmente a perspectiva de R$ 200 milhões de superávit para mais de R$ 500 milhões de déficit no orçamento. Goiás, só em 2017, acresceu mais R$ 1 bilhão à sua dívida. A dívida consolidada de Goiás é de R$ 19,5 bilhões. Por outro lado a arrecadação do Estado é de R$ 17,7 bilhões. Ou seja, se você tirar um ano só para pagar a dívida, ainda ficamos com um déficit de R$ 1,80 bilhão.

LUTA POR GOIÁS

Muitos criticam o enfrentamento que faço no Congresso, mas gostaria que explicitassem melhor. Garotinho (ex-governador do Rio de Janeiro) não está preso? Eu errei? Não, eu diagnostiquei antecipadamente. O enfrentamento com o ministro (das Minas e Energia) foi porque estava em questão a perda do maior patrimônio do Estado de Goiás, a Celg. O Giro trouxe a informação de que Goiás vai ter de assumir até 2025 toda a dívida tributária da Celg, e ainda vão conceder mais 30 anos de incentivo de ICMS. Então, a briga é para defender o quê? Quem? O Estado de Goiás, o povo goiano. Ninguém me botou lá para ser cordeirinho do Michel Temer. Tenho toda a liberdade e independência moral para subir à tribuna para enfrentar os problemas e adversidades.

CONFIANÇA DO ELEITOR

Sou um pré-candidato que não precisa mudar de cara. O eleitor goiano me conhece. Ele sabe como me porto, como ajo. Sou um político previsível dentro daquilo que o eleitor deseja. Eu não tenho que me maquiar. Tenho que me apresentar como sou. Isso que me deu condições de hoje poder andar, ir aos restaurantes com minha família, poder pegar um avião, pode transitar em qualquer lugar do País. As pessoas, mesmo contrárias a mim, me respeitam.

ADVERSÁRIOS NO PALÁCIO E NO PLANALTO

Sei que enfrentarei o bom combate nestas eleições. Será o melhor combate de todos, no momento em que a sociedade rejeita enormemente as práticas que estão sendo aí implantadas por estes governos. O povo goiano quer aliados na moralidade, na ética e na condição de governar.

APOIO DE IRIS A DANIEL

Eu respeito a decisão do prefeito Iris Rezende. Sempre foi importante para nós, da oposição, termos Iris Rezende à frente da Prefeitura de Goiânia. Lutei como ninguém, nunca tive outro candidato que não fosse ele. Isso dentro de um pensamento maior de que nós temos de estar aliados ao sentimento da sociedade goiana. A candidatura de governador não é um projeto de ordem pessoal, mas daquele que consegue vocalizar o sentimento da sociedade goiana. Eu acredito que vamos construir essa unidade ainda no primeiro turno.

ALIADO DOS GOIANOS

O povo goiano busca uma aliado. Qual é o político que vai ser aliado do povo goiano? Qual é político que vai fazer com que haja uma posição muito clara, definitiva, tolerância zero com a corrupção? É preciso dar ao cidadão mais humilde, mais pobre, condição de sobreviver. Em Goiás milhares de pessoas ainda vivem abaixo da linha da miséria, ganhando menos de 70 reais por mês.

iriscaiado

Nota Oficial do senador Ronaldo Caiado sobre apoio de Iris a Daniel

Nota Oficial do senador Ronaldo Caiado sobre apoio de Iris a Daniel

“O prefeito Iris tem minha admiração e respeito. Lutei muito para que ele fosse candidato a prefeito de Goiânia e vencesse, por acreditar em sua liderança. Nada mudou e faria de novo. E repito que não cabe a mim interferir em ações de partidos aliados. Vamos agora buscar ainda mais o diálogo, com humildade e respeito, para a união da oposição. Devemos estar aliados aos goianos que tanto desejam mudar Goiás!”

PMN

PMN nacional referenda apoio a Ronaldo Caiado

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) teve um encontro na quarta-feira (21/03) em Brasília com o presidente nacional do PMN, Carlos Massarollo, que confirmou o apoio da legenda à pré-candidatura do democrata em Goiás. Os dois já estiveram reunidos em São Paulo nos últimos dias para fechar este compromisso.

O encontro foi acompanhado pelo presidente estadual do PMN, Eduardo Macedo, que compõe a frente da oposição Unidos para Mudar Goiás. Também esteve com eles o pré-candidato a deputado federal pelo PMN, Hermes Traldi.

“Esta é a comprovação de que palavra dada deve ser cumprida. Estive com Massarollo em São Paulo e tudo que conversamos tem sido seguido. Teremos o apoio do PMN em Goiás. Agradeço ao Eduardo pela dedicação com que tem trabalhado em minha pré-campanha e também ao Hermes Traldi, que tem buscado nomes importantes para a disputa a candidato estadual”, disse Ronaldo Caiado.

cee3084b-d9db-40c0-9f38-2037c8e1e7e9

Senado aprova por unanimidade projeto de Caiado que cria centros de diabetes em todo país

A Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal aprovou, por unanimidade, projeto de autoria do senador Ronaldo Caiado (GO), que estabelece uma política de assistência integral pelo SUS ao paciente com diabetes. O PLS 225/2017 tem como base a instalação de centros de diabetes espalhados por todo o país com diversos especialistas para garantir a universalidade do acesso, a integralidade e igualdade de assistência, o direito à informação e a descentralização do atendimento. O texto foi aprovado em caráter terminativo e segue para apreciação na Câmara dos Deputados.

“Hoje foi um grande momento! Conseguimos aprovar por unanimidade um projeto de minha autoria, que propõe exatamente a criação de centros especializados em todo o território nacional acompanhando as unidades do SUS. Ele tem o objetivo de diagnosticar precocemente, de acompanhar o paciente, mas também de ter no centro especializado aqueles especialistas de cada uma das áreas aonde nós vemos as complicações provocadas pelo diabetes. Foi uma grande vitória e se Deus quiser terá uma tramitação rápida na Câmara e uma sanção para que possamos começar esse grande combate a esse mal que tantas mortes têm produzido neste País”, comemorou.

Ao apresentar o projeto, o líder do Democratas no Senado mostrou que o diabetes causou complicações que resultaram na morte de mais de 247 mil brasileiros em 2015. Estima-se que cerca de 14 milhões de brasileiros sofram com a doença que custa aos cofres públicos mais de R$ 70 bilhões ao ano, de acordo com o Atlas da Internacional Diabetes Federation (IDF). O Brasil ocupa o quinto lugar no ranking mundial de despesas com diabetes.

Médico, o senador Caiado reforçou que 42% dos óbitos registrados no país são em decorrência de consequências advindas do diabetes, como AVC e insuficiência renal.

“Estabelecer uma política estruturada de prevenção custará ao SUS muito menos do que as despesas decorrentes do tratamento das suas complicações”, afirmou Caiado.

Saiba mais
Os centros de diabetes serão distribuídos territorialmente, conforme o perfil epidemiológico da população de cada região do país. Essas unidades de saúde deverão prestar atendimento médico em todas as especialidades envolvidas no diagnóstico e no tratamento do diabetes mellitus e de suas complicações, bem como, quando necessário, oferecer serviços de outros profissionais de apoio; assegurar amplo acesso a medicamentos, insulinas e demais insumos necessários para assegurar efetivo tratamento dos pacientes; assegurar acesso ao tratamento das complicações agudas e crônicas da diabetes mellitus; servir como referência assistencial para as unidades básicas de saúde localizadas em sua área de abrangência territorial; oferecer cursos de educação continuada sobre diabetes mellitus aos médicos e demais profissionais das unidades básicas de saúde de sua unidade territorial; manter banco de dados atualizado e amplamente divulgado contendo informações sobre aspectos epidemiológicos dos atendimentos realizados.

FaustoMariano

Fausto Mariano: “Dos noves vereadores de Turvânia, sete já declararam apoio a Caiado”

O prefeito de Turvânia, Fausto Mariano (MDB), demonstrou confiança no projeto que está sendo montado em torno do nome de Caiado. Segundo ele, o MDB não pode mais repertir os erros do passado por vaidades pessoais.

“O nosso MDB precisa criar juízo. Entender que já estamos em nome de uma pseudo-autosuficiência partidária há 20 anos perdendo eleição em Goiás. É preciso ter humildade, respeitando todos os partidos na oposição. Não somos donos da verdade. Se fôssemos, não teríamos passado 20 anos na oposição”, lembrou.

Segundo ele, a adesão ao nome de Caiado é grande no interior, tanto entre correligionários do MDB como em outros partidos.

“Dos noves vereadores de Turvânia, sete já declararam apoio a Caiado. Um homem que hoje tem tudo para ser presidente da República e para nossa sorte colocou seu nome à disposição dos goianos. A partir de hoje temos que estar presentes em todos os encontros estaduais para que Goiás saiba que os mais autênticos líderes do MDB estão com o senador”, declarou

2015
Fausto Mariano também lembrou da campanha de 2014, quando no 2º turno, Caiado se dispôs a abrir mão de sua eleição no Senado para ser secretário de Segurança Pública em um Governo Iris Rezende.

“Quando participou da nossa coligação em 2014, foi ele que impôs uma derrota a esse governo que está aí. Lembro que o PMDB precisou de Caiado no 2º Turno e ele chegou a abrir mão da cadeira do Senado para anunciar que seria secretário”, relembrou

EventoPrefeitos2

Paulo do Vale: “Vamos trazer todo o MDB para a aliança”

O prefeito de Rio Verde, Paulo do Vale (MDB), comemorou a adesão dos prefeitos ao projeto de união das oposições e ressaltou que o próximo passo é unificar o MDB em torno dessa aliança.

“Não estamos aqui para dividir porque nosso adversário está no Palácio das Esmeraldas. Caiado tem a todos nós aqui. Sei que 90% do diretório do MDB de Rio Verde já apoia o senador. Agora não temos que ficar agredindo aqueles que ainda não vieram. Vamos mostrar a vantagem de apoiar Caiado. Vamos trazer todo o PMDB para essa aliança”, declarou

Paulo do Vale escolheu uma frase do primeiro-ministro britânico Winston Churchill para falar sobre o atual momento em que MDB vive. “Em um momento decisivo da segunda guerra, o ex-primeiro ministro britânico disse: ‘na guerra você morre apenas uma vez, mas na política você pode morrer várias vezes’. Agora não cabe mais morte na oposição de Goiás. Não estamos aqui para dividir. Participamos da política porque essa é a ferramenta mais poderosa para fazer o bem às pessoas”, lembrou.

RenatodeCastro

Renato de Castro: Com a oposição unida, sairemos vitoriosos nas eleições

Ao declarar apoio ao senador Ronaldo Caiado, o prefeito de Goianésia, Renato de Castro, convocou os líderes emedebistas a terem responsabilidade e optarem pela união nas eleições de 2018.

“Em 1998, a oposição se uniu e conseguiu vencer um governo bem avaliado. Imagina a oposição unida diante de um governo mal avaliado. Sairemos vitoriosos. Perdemos nos anos anteriores porque houve divisão. Nós, do MDB, temos a responsabilidade de nos unir. Não nos é facultado de novo errar. Não podemos entregar o governo para esse grupo que está há 20 anos no governo e não dá a qualidade que o povo merece.”, pontuou o prefeito que falou da importância da união de todo partido junto com Daniel Vilela e Iris Rezende nessa jornada.

Renato de Castro destacou ainda que é fundamental fazer política de resultados para vencer o grupo político que está no poder e promover as transformações que Goiás precisa. “Fico feliz em ver que a maioria do MDB aprendeu a fazer política de resultados. Política com paixão, com lealdade é importante, mas precisamos de política de resultados. Se o MDB não tiver responsabilidade, se não encabeçar a liderança a partir da união, vamos entregar o governo para esse grupo que só tem compromisso com seus apaniguados. Meu apoio ao senador Ronaldo Caiado”, disse.

ErnestoRoller

Ernesto Roller: Estamos buscando um pacto de unidade por Goiás

O prefeito Ernesto Roller (MDB) afirmou que a maioria das lideranças do partido deseja Ronaldo Caiado como candidato ao governo de Goiás. “Muito mais do que fazer discurso, estamos tentando construir um pacto de unidade das candidaturas do MDB e do Democratas. A convenção do MDB dirá qual será o rumo do partido e queremos que esse rumo seja Ronaldo Caiado candidato ao governo. Queremos Iris e Daniel Vilela junto conosco. Vamos continuar trabalhando pela unidade”, disse o prefeito de Formosa.

Ernesto Roller enfatizou que a aliança do MDB com Democratas em 2014 permitiu a oposição a primeira vitória em 20 anos, desde que o grupo político de Marconi Perillo assumiu o poder. “Queremos continuar com aliança de sucesso com o Democratas que nos deu a única vitória no Estado nos últimos 20 anos com a eleição do senador Ronaldo Caiado. O povo goiano quer um governante para ter orgulho e Caiado é honrado e luta pelos interesses do povo de Goiás”, concluiu.

Evento4

Adib Elias: “Vamos trabalhar para que todos se entendam”

O prefeito de Catalão, Adib Elias (MDB) fez um dos discursos mais contundentes do ato e recordou sua trajetória de mais de 40 anos no partido. Ele disse que as lideranças presentes no encontro de apoio ao senador Ronaldo Caiado são figuras históricas e importantes da legenda.

“Hoje li que alguém disse: ‘quem está apoiando Ronaldo Caiado que peça para sair do MDB’. Eu não vou pedir. Sempre estive desse lado. Me filiei em 1971 no Rio de Janeiro e tenho serviços prestado. Nós aqui não temos nada contra absolutamente ninguém. Vamos trabalhar para que todos se entendam porque nosso adversário está no Palácio das Esmeraldas”, afirmou.

Adib fez menção direta ao deputado federal Daniel Vilela, colocando-o como “um jovem promissor”, mas ressaltou que o sentimento do partido é em torno do nome de Caiado. “Levei o Daniel Vilela para ser o deputado mais votado de Catalão. Trata-se de um jovem promissor. Mas tomei essa posição por um motivo maior: 99% do MDB de Catalão apoia Caiado. De 17 vereadores, 15 vereadores estão aqui. É um sentimento que só cresce”, analisou.

Embora emedebista histórico há mais de 40 anos, Adib Elias ressaltou a boa relação que sempre teve com o senador Ronaldo Caiado desde os tempos em que se conheceram quando estudavam Medicina no Rio de Janeiro.

“Conheci Ronaldo Caiado no hospital Miguel Couto, no Rio de Janeiro. Fizemos uma amizade profunda leal e decente durante todos esses anos. Ele sempre me respeitou e eu sempre o respeitei. Ver o MDB tomar essa decisão de seguir o projeto em torno do seu nome me deixa muito feliz.

Adib reforçou que a oposição precisa se unir o quanto antes para consolidar uma proposta de governo diferente do atual modelo político e administrativo. “Ninguém está aqui hoje para falar em cargo. Ninguém pediu nada. Nós só queremos mudar o modelo político e administrativo de Goiás. Nós não compactuamos com esse modelo que administra o nosso estado”, afirmou.

JoseNelto

José Nelto: para enfrentar máquina de governo, união das oposições é fundamental

O deputado estadual José Nelto (MDB) foi o primeiro a discursar e destacou a importância da união para enfrentar a máquina de governo comandada por Marconi Perillo (PSDB). José Nelto, que também é vice-presidente do MDB de Goiás, lembrou que a aliança da legenda com o Democratas já deu resultados positivos garantindo a eleição de Ronaldo Caiado para o Senado.

“Há aproximadamente três anos começamos um movimento para unidade do MDB, do Democratas e toda a oposição do Estado de Goiás. Trabalhamos muito, lutamos, não conseguimos eleger nosso líder maior, Iris Rezende Machado, que está no nosso coração. Mas conseguimos eleger o senador da República, Ronaldo Caiado, e esta aliança não acabou. Esta aliança continuou e nós trabalhamos muito, mas muito, para mostrar que este Estado não pode permitir a sexta reeleição do atual governador”, afirmou.

Para ele, não há fórmula fácil para vencer as eleições. “Temos que ter muita vontade política e muito trabalho porque não é fácil enfrentar a máquina de governo. Não é fácil enfrentar quem tem poder para usar o dinheiro para comprar lideranças, usar os servidores do estado para tentar mais uma eleição e nós estamos aqui trabalhando para unidade da oposição. Nosso adversário não é Daniel Vilela. Tenho carinho e vou trabalhar muito para que ele esteja conosco para fazer parte dessa chapa. Maguito também não é nosso adversário, é companheiro”, ressaltou José Nelto.

O deputado convocou todas as lideranças a percorrem o Estado dia e noite em nome da pré-candidatura oposicionista que sairá vitoriosa nas eleições deste ano. E exaltou a capacidade gerencial e moral de Ronaldo Caiado para assumir o posto.

“Está na hora de arregaçarmos nossas camisas. Todos nós aqui vamos trabalhar: não há mais sábado, domingo, feriado, só vamos parar a hora em que fechar a última urna e o povo dar um grito: ´agora libertamos Goiás, senador Ronaldo Caiado será o governador de todos os goianos´”, afirmou.

Para o emedebista, Ronaldo Caiado tem o perfil que a população almeja. “Uma pesquisa mostrou que 84% das pessoas quer um governante honesto, que fala a verdade e que cuida do social. E Caiado tem autoridade política e moral para governador o Estado. No nosso plano de governo, já nos primeiros dias, vamos dar prioridade para saúde e segurança pública. Receba o apoio do vice-presidente do MDB!”, finalizou.

1 2 3 4