Ronaldo Caiado 17-03

Caiado reúne lideranças de 60 municípios em Goiatuba

Segurança e saúde foram temas que tomaram conta das discussões em evento para mais de 1,5 mil pessoas

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) afirmou neste sábado (17/03), durante o 7º Encontro da da frente de oposição Unidos para Mudar Goiás, em Goiatuba, que Goiás precisa valorizar as polícias, colocar fim à ingerência política nas corporações e atuar com firmeza para solucionar o caos na segurança pública. Com a presença de mais de 60 municípios no evento, a maioria do Sul goiano, foi grande o clamor pelo resgate da segurança pública no Estado.

“O cidadão deseja ter o mínimo de garantia de segurança por parte do Estado. Isso passa por investimento em inteligência, estrutura, mas também na valorização da polícia militar. Ele precisa saber que vai ser graduado pela meritocracia e não por articulação política dentro do Palácio”, afirmou, citando uma prática do atual governo. “Nós vamos resgatar esse Estado de Goiás e a Polícia Militar será um dos elementos mais importantes”, garantiu.

Segundo o democrata, o cidadão hoje está acuado porque os criminosos tomaram conta. “Assistimos a facções de bandidos e traficantes disputarem o comando do crime no Estado. Mas, se Deus quiser, em breve os bandidos terão de ir para outro Estado porque aqui em Goiá não haverá mais espaço para a bandidagem”, assegurou.

Um dos representantes da Polícia Militar na Assembleia Legislativa, o deputado estadual Major Araújo (PRP) também mencionou a vontade dos colegas de ver no Palácio das Esmeraldas um nome que dignifique o cargo. “Vou falar como militar. É difícil entrar em forma e prestar continência ao comandante das forças militares que é o governador envolvido na Lava Jato, Monte Carlo e que usou a Saneago para fazer coquetéis para políticos”, relatou.

O deputado estadual disse que espera ver esse quadro mudar em breve. “Nós militares precisamos de alguém para fazermos continência com orgulho. É hora de termos coragem e rompermos com essa política baixa do atual governador. É um governador que persegue, que usa a máquina para oprimir quem não é do seu grupo. Em todo lugar é só a perseguição que impera. Vamos romper este ciclo e colocar no governo um nome que nos dignifique”, conclamou a classe.

O deputado federal Delegado Waldir, que está prestes a se filiar ao Livres, afirmou que é preciso trabalhar dia e noite para promover a mudança que os goianos desejam. “Aqui neste evento não tem comissionados, ninguém foi coagido a vir. É hora de arregaçar as mangas e formar o nosso exército. O Brasil está cansado de bandidos. O tempo da indústria da multa está acabando. Não fiquem vidrados em pesquisas só porque Ronaldo Caiado está na frente. Vamos trabalhar”, afirmou.

Saúde
Médico especialista em cirurgia da coluna, Ronaldo Caiado também abordou no discurso sobre a necessidade de promover mudanças rápidas na saúde em Goiás. Um de seus maiores desejos é poder atender rapidamente a demanda reprimida da saúde com a construção de hospitais pré-moldados, além de contar com o apoio dos colegas médicos. “Sei que é desejo dos meus colegas ver este quadro mudar e fazer o maior mutirão da saúde que Goiás já viu para zerar a fila de cirurgias eletivas”, confidenciou.

Em seu discurso o senador enalteceu ainda a figura do goiano, que é quem verdadeiramente impulsiona o Estado com sua força de trabalho e determinação. “Sabemos que Goiás tem jeito. Que temos aqui um povo trabalhador que tanto tem trabalhado para poder produzir e apresentar uma das maiores safras que Goiás já colheu durante toda sua vida”, citou.

“Levantem a bandeira da unidade”, diz Caiado às lideranças de 60 municípios

O momento da política no Estado também foi abordado pelo senador em seu discurso. Voltando-se para lideranças de mais de 60 municípios, Ronaldo Caiado afirmou que é preciso lutar até o fim pela unidade das oposições.

“Levantem essa bandeira da unidade. Queremos mostrar ao Brasil que a política tem jeito. Tenho a humildade de poder entender a importância do momento que estamos vivendo. Precisamos nos ombrear nessa luta para sermos uma referência nacional de um Estado que deu certo. É isso que quero mostrar ao País”, confidenciou.

Representando o MDB de Orizona, Rinaldo Costa mencionou a esperança de um Goiás melhor com Ronaldo Caiado no comando do governo. “Esta frente de oposição traz uma mensagem de esperança, de que é possível mudar Goiás. O Estado está alegre porque sabe que está finalizando um tempo de sofrimento, de passar vergonha na televisão. Sou do MDB e quero que o partido caminho junto com o senhor em um processo de unidade”, afirmou.

Ex-prefeito de Guapó, Luiz Juvêncio (MDB) esteve no encontro representando o deputado estadual Bruno Peixoto (MDB) e afirmou que ambos estão ao lado do democrata nesta caminhada. “Estamos cansados de Monte Carlo, Cachoeira, Decantação e Odebrecht. Vamos acabar com essa ditadura há 20 anos instalada em Goiás. Vamos à luta e em breve realizaremos esse evento em Guapó”, anunciou.

Presidente do MDB de Águas Lindas, no Entorno do Distrito Federal, Celeste Carvalho também marcou presença no evento e afirmou seu apoio ao senador Ronaldo Caiado. “Estou aqui para o evento do nosso futuro governador. Estamos juntas”, afirmou.

O vice-prefeito de Hidrolândia, Casimiro Netto (Democratas), afirmou que é um orgulho grande poder ter Ronaldo Caiado em uma possível disputa ao governo de Goiás. “Temos uma sorte muito grande. Muito brasileiros queriam Ronaldo Caiado como candidato à Presidência da República. Mas ele vai começar a mudança por Goiás, sendo o nosso próximo governador”, afiançou.

Vice-prefeito de Campo Alegre de Goiás anuncia filiação ao Democratas no evento

Acompanhado do ex-prefeito de Campo Alegre de Goiás, Thiago Manteiga, o atual vice-prefeito da cidade, Thiago Araki, anunciou a saída da PR e a filiação ao Democratas. Ele justificou que a mudança ocorre porque seus ideais não estão em consonância com o atual grupo político.

“O atual grupo político do nosso Estado não atende aos anseios da população, não prima pela austeridade. O senador, por outro lado, compartilha da mesma filosofia que tenho. É um homem de caráter, idoneidade e que apoia os produtores rurais e as pessoas mais humildes. Meu mandato quero que seja em prol da população, por isso fiz esta escolha”, afirmou.

Sobre a preferência pelo nome do democrata, Thiago Araki decretou: “essa é a vez de Ronaldo Caiado. Queremos um novo modelo e ele traz isso. Acredito que a oposição irá se unir em torno dele”, afirmou.

O evento, organizado pelo pré-candidato a deputado federal Hermes Traldi, também marcou a sua filiação ao PMN, que hoje é presidido por Eduardo Macedo.