Capturar

Oposição está em processo de aglutinação, diz Caiado

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) disse na manhã desta quarta-feira (07/03) que a oposição está avançando no processo de aglutinação de forças e que está esperançoso por uma definição mais rápida, que permita a montagem de chapas competitivas para deputado estadual e federal. Para ele, o prefeito Iris Rezende (MDB) saberá tecer esta união ouvindo o sentimento da população e de todas as lideranças do Estado.

“O prefeito Iris Rezende será o elemento forte e balizador da unidade das oposições. Ele se manteve neutro durante todo o processo e agora, com sua trajetória política, terá as condicionantes para construir a unidade, ouvindo a população e as lideranças. Temos uma aliança forte desde 2014, que me elegeu para o Senado e que nos ajudou a eleger vários prefeitos em 2016. Esta aliança forte deve ser coroada em 2018”, afirmou.

A expectativa é que nos próximos dias o prefeito, o senador e o deputado federal Daniel Vilela (MDB) se reúnam em busca de um consenso. “O prefeito está ouvindo lideranças do Estado para que se posicione no dia do nosso encontro. Não é posição de ordem pessoal, mas visão política, de um sentimento que emerge forte nos municípios. Ele estará credenciado para dar as diretrizes”, defendeu.

Na entrevista à CBN Goiânia, o senador afirmou que tem mantido conversas constantes com o deputado Daniel Vilela. “O que é preciso nesse momento é uma articulação para pacificar o processo. Tenho esperança que dessa reunião com o prefeito poderemos sanar. A nossa meta é ampliar a musculatura política da oposição”, completou.

Ronaldo Caiado lembrou que o importante agora é juntar as várias forças do processo político. “Existe o sentimento de unidade de todas as lideranças para nós ganharmos o governo e termos um novo modelo de governar o Estado”, explicou.

Na avaliação do democrata, esta decisão sobre candidatura majoritária não pode ser adiada indefinidamente. “O prefeito disse que nos chamaria para o entendimento. Mas não disse a data. Mas não é nada de se prorrogar indefinidamente. É algo mais imediato. Até porque precisamos organizar”, lembrou.

Ronaldo Caiado também demonstrou respeito pelas candidaturas postas até agora. “Qualquer candidatura é viável. Não diria que candidatura de qualquer partido esteja impedida de se colocar. A viabilidade vem com o sentimento da população. Vamos para o primeiro passo que é aquele que Iris no chamará para trabalharmos um entendimento. Estou otimista nesta etapa da nossa discussão para chegarmos a chapa única”, disse.

Para ele, a dificuldade nesta atual fase do processo está na base do governo, devido às dificuldades de gestão que ele enfrenta. “O governo está inviabilizado. O sentimento de desagregação é na base. De nossa parte temos de mostrar unidade, organização, plano de governo e denunciar a situação de falência da Saneago, da Metrobus, da Celg, do endividamento do Estado”, narrou.

Ronaldo Caiado questionou se o modelo atual é o que os goianos merecem. “Será que o goiano merece o atual governo? Será que ele merece assistir ao sucateamento da máquina, ao endividamento, será que isso significa boa gestão? Foi boa gestão para os governantes ou para o povo? A quem este governo beneficiou? Esta é a interrogação. Este governo não tem credenciais nem certidões de bons gestores”, assegurou.