385A4003

Caiado apoia caminhoneiros e diz que Senado vai votar propostas para reduzir preço do combustível

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), manifestou hoje (24/5) seu apoio ao movimento dos caminhoneiros e afirmou que crise que tem paralisado o país é resultado de um governo ausente. Nesta quinta-feira, o Senado fará reunião de líderes, às 19h, e amanhã (25/5) o plenário irá votar medidas para combater a crise dos combustíveis.

Hoje completa o quarto dia da greve dos caminhoneiros, situação que tem causado caos na distribuição de alimentos, combustíveis e outros produtos, além de enormes congestinamentos nas entradas das cidades. “Onde está o presidente num momento tão grave como esse?”, questiona.

“A paralisação dos caminhoneiros representa exatamente o sentimento da sociedade brasileira. Eles têm o apoio de todos os seguimentos. Nós estamos vendo uma total ausência do governo. Onde está o presidente num momento tão grave como este? Onde está o ministro de Minas e Energia? Todos escondidos? Sem nenhuma ação direta, sem nenhuma capacidade de comentar, de dialogar, de trazer uma solução. O Brasil que trabalha e que produz cada vez mais penalizado”,
criticou Caiado.

“Vamos nos reunir hoje no Senado e amanhã votar medidas para reduzir impostos sobre os combustíveis e enfrentar essa crise. Não podemos nos omitir nesse momento”, pontuou.

O senador afirmou ainda que a categoria representa toda a população trabalhadora penalizada pela escalada absurda do preço dos combustíveis. “Contem conosco e saibam que todos aqueles que estão lutando pelo seu dia a dia, no ganha pão para poder viver com um mínimo de dignidade terão total apoio da nossa parte. Vocês, caminhoneiros, representam todos nós”, disse.