2

Ronaldo Caiado se compromete a criar fundo de valorização da polícia e dos professores

Durante encontro da Frente Unidos para Mudar Goiás em Porangatu, o senador Ronaldo Caiado anunciou a primeira ação do seu plano de governo: a criação de um fundo de valorização para professores e policiais militares. Para o senador, estas são as categorias que mais precisam de incentivos hoje. “Eu guardei aqui para essa reunião hoje o primeiro ponto do meu plano de governo. Será um fundo de valorização dos professores do Estado. Também faremos um fundo de valorização do policial do Estado. Queremos investir pesado nisso. Vamos apresentar um ponto do plano de governo em cada caminhada”, adiantou.

O senador afirmou que a cada evento da frente oposicionista irá adiantar um ponto do seu plano de governo tem sido elaborado com base em sugestões de especialistas, lideranças e representantes de entidades e da sociedade civil organizada.

“Ninguém governa sozinho, desestimulado, desacreditando. Para acreditar o governante tem de ter autoridade moral. Não tenho nenhum processo judicial, vocês nunca viram meu nome envolvido em bandalheira”, recordou. Ronaldo Caiado acredita que o cidadão precisa voltar a ter confiança no Estado. “Hoje o cidadão não confia mais. O Estado se acovardou diante da bandidagem. Faz vista grossa”, lamentou.

O encontro em Porangatu reuniu mais de 30 municípios do norte goiano, que emocionado pelo apoio espontâneo das lideranças locais fez questão de listar as cidades presentes. “Tenho de dizer meu muito obrigado de coração. Isso que nos anima, nos fortalece e nos dá cada vez mais a sensação de que estamos no caminho certo. Todos vieram de forma espontânea. Isso me deixa muito gratificado”, afirmou.

Em seu discurso, o parlamentar fez questão de reforçar a relação estreita que tem com o MDB, a quem afirma ser leal. “É uma característica forte minha. Nunca trai, nunca enganei, nunca troquei lideranças por benefícios. Da mesma forma que MDB me acolheu, se chegarmos lá vamos saber ter respeito aos nossos aliados. Isso é gratidão”, afirmou.

Segundo ele, estas são categorias que estão carecendo de maior incentivo hoje. “Ninguém governa sozinho, desestimulado, desacreditando. Para acreditar o governante tem de ter autoridade moral. Não tenho nenhum processo judicial, vocês nunca viram meu nome envolvido em bandalheira”, recordou. Ronaldo Caiado acredita que o cidadão precisa voltar a ter confiança no Estado. “Hoje o cidadão não confia mais. O Estado se acovardou diante da bandidagem. Faz vista grossa”, lamentou.

O encontro de hoje teve a presença do presidente da Faeg, José Mário Schreiner; do presidente estadual do PSDC, Luiz Gustavo Sampaio; do Vateco, pai do prefeito Sávio, de Pilar de Goiás; e dos deputados Major Araújo (PRP) e Delegado Waldir (PSL). Lideranças, prefeitos e vereadores do Norte/Nordeste goiano compareceram.