7

Ernesto Roller critica perseguição a prefeitos que apoiam Ronaldo Caiado

Em um discurso em tom de críticas, o prefeito de Formosa, Ernesto Roller (MDB), lamentou que os prefeitos do partido que apoiam Ronaldo Caiado para a disputa estadual estejam sendo vítimas de perseguição.

“Todos sabem que estamos sendo vítimas de um coronelismo dentro do MDB. Tem um coronel de fralda que quer que o apoiemos a qualquer custo e a qualquer preço. Aqui tem prefeitos que enxergam na candidatura de Ronaldo Caiado a redenção desse Estado. Enxergam uma nova política no Estado, em que o governador tenha posição. Em que o governador não jogue para a plateia, mas que trabalhe para melhorar a vida das pessoas”, afirmou.

O prefeito garante que a escolha por Ronaldo Caiado leva em consideração os anseios da população, mas também do partido que o abriga. “Definimos levando em conta o anseio do partido, que há muitos anos deixou o poder exatamente por postura de cúpula que não sabe escutar a base. Política se faz com espírito público, com compromisso de melhorar a vida das pessoas que acreditam no poder público como instrumento de transformação”, assegurou.

Ernesto Roller também destacou que não há traição à sigla, uma vez que é natural que discussões em torno de nomes ocorram durante o período pré-eleitoral. “Não estamos contrariando MDB porque o partido não deliberou em convenção. Levaremos a proposta de coligação com Ronaldo Caiado. Querer colocar mordaça e cabresto é preciso crescer muito. Estamos acompanhando o anseio do povo de Goiás. Ele não faz acordo com a sacristia, como tem gente fazendo na política em Goiás”, complementou.

Interferência

O deputado estadual José Nelto (Podemos) mencionou em seu discurso a tentativa do atual governo de dividir a oposição. “Fizemos de tudo nestes últimos dois anos para garantir a unidade da oposição. Mas concluímos que tinha gente no MDB aceitando ordens do Marconi Perillo. Diferente de nós, que apoiamos Ronaldo Caiado e que não aceitamos que Marconi Perillo nos dê ordem. Com ele vamos nos acertar nas urnas”, disse.

Durante a sua fala, José Nelto lembrou ainda do momento em que decidiu, junto com prefeitos do MDB, apoiar a pré-candidatura de Ronaldo Caiado ao governo. O movimento repercutiu em todo o Estado e permitiu ao senador angariar importantes apoios no interior e na capital.

“Dia 20 de março foi dia histórico em Goiânia. Esse grupo bateu na mesa e falou que marcharia com Ronaldo Caiado para por fim à corrupção, ostentação e mentiras. Isso que nós queremos. A eleição não está ganha. Essa só depois da apuração. Mas vamos trabalhar para dar a vitória a Ronaldo Caiado no primeiro turno”, garantiu.