tim (6)

“As desigualdades regionais precisam ser combatidas”, diz Caiado em giro pela Estrada de Ferro

Ao fazer um giro por sete cidades da região da Estrada de Ferro nesta sexta-feira (14 de setembro), o candidato ao governo Ronaldo Caiado (Democratas) defendeu que o interior receba a atenção que merece do governo por ser uma grande força no desenvolvimento de Goiás. Em entrevista concedida a um veículo de comunicação em Bonfinópolis, Ronaldo Caiado falou que o combate às desigualdades regionais será tratada como prioridade em sua gestão.

“O interior de Goiás contribui e muito para o desenvolvimento de nosso Estado e precisa ter retorno em qualidade de serviços e atendimento à população. É fundamental que haja essa reciprocidade nesta relação. Goiás não pode viver mais com tantas desigualdades regionais. É preciso direcionar os incentivos fiscais para levar mais desenvolvimento para o interior”, reforçou Ronaldo Caiado.

Segundo o democrata, a preocupação do governante não deve ser partidária e nem a de atender aos interesses de grupos. “O governador precisa conhecer bem o Estado para poder aplicar não onde interessa alguns, mas onde interessa a população. O nosso foco principal é o cidadão. Não é projeto de poder partidário para atender um grupo. Nós temos condições de fazer política com espírito público e dignidade. É isso que me fez ser candidato”, assegurou.

Ao lado do candidato a vice-governador Lincoln Tejota (Pros) e de membros da coligação A Mudança É Agora, Ronaldo Caiado percorreu com carreatas as cidades de Bonfinópolis, Leopoldo de Bulhões, Silvânia, Vianópolis, Orizona, Urutaí e Ipameri. Segundo ele, as passagens pelos municípios demonstraram o desejo de mudança da população.

“Acreditamos que o sentimento da população é por mudanças e teremos condições de implantá-la o mais rápido possível e resgatar Goiás, dar um ânimo para o povo. Nosso foco é o cidadão. Teremos tolerância zero com a corrupção. É inaceitável que Goiás não tenha qualidade de educação, de saúde, segurança e oportunidade de emprego. Há uma situação de total carência. Precisamos um Estado em que haja solidariedade, amor ao próximo e condições de cidadania”, defendeu.

Em Leopoldo de Bulhões, a carreata da mudança passou em silêncio, em respeito ao falecimento do empresário Josias Pereira de Azevedo, da Granja José Dito — amigo de longa data do senador. “Era um homem que gerava mais de 1 mil empregos diretos e contribuiu muito para o desenvolvimento do Estado de Goiás. Desejamos condolências à família e tenho certeza que ele está lá de cima nos orientando”, declarou. Na cidade, sete dos nove vereadores estão com Caiado, informou o presidente da Câmara Municipal, Dito da Horta.

Presente

A coligação da mudança foi recebida com festa em Silvânia, onde o senador foi agraciado com um presente do artesão Zé Cidadão: uma mula esculpida em madeira. “Goiás é um celeiro de artistas mas somos marginalizados. Espero que o senhor mude essa realidade ao chegar ao governo”, pediu ele.

Pelas ruas, os moradores saíam à porta para cumprimentar a caravana 25 com muita animação e esperança de dias melhores. Sinais de positivo, beijos e até corações com as mãos… Foram várias as maneiras que Silvânia expressou o sentimento de milhões de goianos, que já decidiram o voto para Ronaldo Caiado.

Candidato ao Senado, Jorge Kajuru (PRP) destacou os 30 anos de amizade que tem com a família Caiado e agradeceu o companheirismo que tem recebido de toda a chapa. “A dupla WK [em referência a seu nome e de Wilder] já está na boca do povo. Estamos crescendo diariamente porque Goiás cansou dos desmandos do grupo que domina nosso Estado há 20 anos. Eu venho denunciando os desmandos desses ‘carrapatões’ e, juntos aos goianos, vamos tirá-los do Palácio das Esmeraldas”, asseverou.

Líder absoluto em todas as pesquisas já divulgadas, o candidato democrata seguiu para a pequena Vianópolis, onde dezenas de carros passearam em apoio ao “25”. Em Orizona, a energia foi a mesma: população nas ruas para celebrar a mudança em Goiás.

“Estamos cada vez mais confiantes, temos o melhor projeto para transformar nosso Estado, gerar mais oportunidades e levar desenvolvimento para todas as regiões. Não há espaço para salto alto, estamos trabalhando muito, conversando com a população. Sempre repito isso: nosso projeto é do povo, representamos a mudança”, defendeu o vice, Lincoln Tejota.

Em Urutaí, os representantes da coligação “A Mudança é Agora” foram recebidos pelo ex-prefeito Ezinho (MDB) e estiveram acompanhados por candidatos a deputado estadual e federal. Na cidade, Caiado ouviu pedidos de asfalto e moradias populares.

Carência na saúde

Na última cidade do giro pela Estrada de Ferro, o senador recebeu uma notícia lamentável do presidente da Câmara Municipal, vereador Jânio Pacheco: o único hospital da cidade foi interditado pela vigilância sanitária. Apesar das propagandas do atual grupo que domina o governo de Goiás, a Saúde no interior sofre com a falta de unidades especializadas e de atendimento humanizado.

Caiado reforçou que a prioridade de seu governo será regionalizar os hospitais, construindo 17 policlínicas e carretas móveis para realização de exames de forma rápida e eficaz. Como médico, o candidato democrata lamentou o descaso da atual gestão, que deixará mais de 200 obras paradas: “Dinheiro público que se deteriora enquanto nossa gente sofre. Isso tem que acabar.”

Ainda nesta sexta-feira, 14, o candidato da coligação “A Mudança é Agora” concede entrevista à TV Record e participa da Convenção Estadual das Igrejas Quadrangular.