tim (4)

“Não podemos assistir o Rio Araguaia morrer aos poucos”, diz Caiado em visita a Aruanã

Senador selou um pacto com o candidato ao governo do Mato Grosso, Mauro Mendes, para realizar políticas conjuntas de preservação e fomento do turismo na região

“Estamos aqui unidos pelo Rio Araguaia”. Com estas palavras os candidatos ao governo pelo Democratas Ronaldo Caiado (GO) e Mauro Mendes (MT) selaram um um pacto para realizar ações conjuntas de preservação do Rio Araguaia, fomentar o turismo e desenvolver políticas públicas para gerar emprego e renda na região do Vale do Araguaia. Os governadoriáveis estiveram juntos em Aruanã nesta semana, quando conversaram com ribeirinhos e guias turísticos sobre a necessidade de recuperação desta que é uma das maiores riquezas naturais do Centro-Oeste.

Ronaldo Caiado afirmou que é preciso estabelecer uma convergência das ações entre Goiás e o Mato Grosso para garantir que o rio deixe de ser castigado pelo processo de desmatamento em curso. “É nossa responsabilidade zelar para que esta maravilha também esteja aqui para nossos netos e bisnetos. Hoje técnicos afirmam que são jogados anualmente mais de oito milhões de toneladas de sedimentos nos rios. Não podemos assistir o Rio Araguaia morrendo aos poucos. Não há como salvarmos o rio sem estabelecermos uma política conjunta”, reforçou.

O democrata, que também esteve em julho em Aruanã, voltou falar da parceria que terá com a população para reverter o processo de deterioração do rio. “Goiás é o coração do Brasil e o Araguaia são as artérias que trazem as nossas maiores riquezas. Com esta força Goiás será o motor do desenvolvimento do País. Quando o povo quer e tem um governo que apoia, é possível sim avançarmos nas conquistas”, assegurou. “O mundo vai voltar os olhos para a política de preservação que faremos aqui”, garantiu Caiado.

Na conversa com os ribeirinhos, Mauro Mendes afirmou que irá trabalhar para unificar a legislação que trata da fiscalização ambiental e criar oportunidades para melhorar a infraestrutura turística e fazer da região um grande polo de geração de empregos, sem deixar de lado a necessidade de preservação do rio. “Juntos vamos ajudar as pessoas a ter uma qualidade de vida melhor”, afirmou o candidato do Mato Grosso.

O engenheiro agrônomo e presidente do Instituto Cidadão Consciente e Participante (ICCP Brasil), Marcelo Conrado, testemunhou sobre a necessidade de recuperar o Rio Araguaia antes que suma do mapa. “Os ribeirinhos sempre falaram que o volume do rio estava diminuindo. Fomos verificar isso com dados e é verdade. Tem levantamentos que mostram que de 2007 a 2017 houve uma redução de mais de 50% da vazão mínima. Providências precisam ser tomadas. Precisamos de ações conjuntas para reverter esse quadro”, assegurou.

Após a conversa que teve com Ronaldo Caiado e Mauro Mendes, o guia de pesca Zé Legal afirmou que está confiante em mudanças. “Fiquei muito otimista. Nunca um candidato ou um governador veio aqui nos ouvir. Nunca tinha tido a oportunidade de falar sobre isso porque sou um homem humilde. Estou esperançoso. Queremos que a legislação de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará seja unificada”, explicou.

O guia de turismo Nivaldo Ferreira Matos também saiu satisfeito do encontro com os governadoriáveis. “Pedi que trabalhem muito a questão da conscientização dos turistas que nos visitam. Muitas veze eles vêm aqui e não levam sequer o lixo embora. Eles disseram que vão trabalhar muito essa questão da conscientização”, contou.