1

Caiado discute em Oxford projeto modelo que poderá ser usado no Entorno do DF

Governador eleito de Goiás estudou ação que reduziu criminalidade e melhorou índices sociais em cidade dos EUA

O governador eleito de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), participou, nesta terça-feira, 27, de palestra ministrada pela diretora executiva do Centro para Excelência Governamental da Universidade Johns Hopkins, de Baltimore (EUA), Beth Blauer, na qual foi discutida a relação entre eficiência administrativa e combate à desigualdade social e à violência.

O governador Ronaldo Caiado se interessou pelo caso de Baltimore e viu grande semelhança com a situação do Entorno do Distrito Federal – uma região carente, que sofre com altos índices de violência, desindustrialização e incapacidade do Estado de atender as demandas sociais.

Ex-diretora de uma agência de desenvolvimento da gestão pública do estado norte-americano de Maryland, a professora auxiliou na implantação de um projeto de integração e compartilhamento de dados, que levou as escolas estaduais ao primeiro lugar no ranking de ensino do País por cinco anos, reduziu a mortalidade infantil, as internações em hospitais e a criminalidade – em especial na cidade de Baltimore.

Terceiro município mais violento dos Estados Unidos, Baltimore chegou a ter, em 2003, índice de homicídios de 41 a cada 100 mil habitantes (muito superior à média brasileira, que foi de 30,3, em 2016). No entanto, a taxa caiu para 33 em dez anos, após a experiência exitosa de melhora em todos os níveis administrativos do Estado.

De acordo com Blauer, um dos grandes problemas das administrações públicas por todo o mundo é a falta de dados, estatística e análises para melhorar a gestão. “Sou uma grande advogada pela troca de informações entre os diversos órgãos governamentais. Os governos têm que fazer isso, não é uma questão de ser ou não factível. É a única maneira de evoluir”, explicou.

“A experiência relatada por Blauer mostrou que não basta apenas coletar dados, criar gráficos e metas para cada secretaria e agência. É preciso desenvolver um projeto que integre todo o governo, fazendo cruzamento de informações, avaliando resultados. É isso que garantirá a eficiência”, defendeu.

Após a palestra, o goiano e a norte-americana discutiram estratégias e o caso do Entorno, que inclusive terá uma secretaria exclusiva no futuro governo para a produção de políticas específicas para a região.

Entre os compromissos de Caiado com a população local, estão a conclusão dos hospitais de urgência de Valparaíso, Santo Antônio do Descoberto e Águas Lindas; a implantação de policlínicas com médicos especialistas; a criação de núcleo de combate ao crime organizado entre Goiás e o Distrito Federal; o desenvolvimento de política de atração de empresas e indústrias específica para a região; além de parcerias com o sistema “S” para qualificação profissional.

“A responsabilidade é enorme até porque os moradores do Entorno se sentem totalmente desassistidos e um compromisso que tenho é que onde tiver Goiás, vai ter a mão forte do governo”, reiterou.

A própria Beth Blauer conta que o caso de sucesso em Maryland só foi possível graças ao pulso firme do então governador, Martin O’Malley.

“Não teria dado certo sem um líder que estivesse disposto a levar o projeto a cabo. O governador estava ciente de tudo que deveria ser feito e eu sabia que ele estaria ao meu lado quando eu tivesse que me reunir com secretários, comandantes das polícias e integrantes do governo para dizer-lhes que teriam de mudar a maneira como estavam trabalhando. Sem esse comprometimento, o projeto teria sido totalmente ineficaz”, sentenciou.