Posse da nova diretoria do TRT ocorreu nesta sexta, 1º.

Caiado reforça harmonia entre os Poderes e propõe gestão compartilhada com o TRT

Governador destacou a importância da corte e afirmou que sempre trabalhou pela independência do órgão

O governador Ronaldo Caiado participou no fim da tarde de hoje (01/02) da posse da nova diretoria do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 18ª região, que nos próximos dois anos terá à frente o desembargador Paulo Pimenta. A sessão ocorreu no novo auditório do Complexo Trabalhista de Goiânia, no Setor Bueno. Além de elogiar a nova diretoria da corte trabalhista, Ronaldo Caiado destacou a importância do órgão e falou em gestão compartilhada com a o tribunal.

Caiado falou de seu respeito ao tribunal e da relação republicana que firmou com os demais poderes. “É importante que seja dito que sou freqüente e assíduo aqui em todas as posses. Desde o meu primeiro mandato (deputado federal) me empenhei com verbas para que nós tivéssemos a sede própria e continuamos trabalhando para que o Tribunal Regional do Trabalho em Goiás seja diferenciado e você vê que é um Tribunal que tem o apoio de toda a bancada (na Câmara Federal)” afirmou o governador.

Ele também ressaltou que agora como chefe do Executivo Estadual sente ainda mais responsabilidade de “poder fazer uma gestão com total compartilhamento com o Tribunal Regional do Trabalho”. Caiado também elogiou a atuação do desembargador Paulo Pimenta “que sem dúvida nenhuma, por merecimento e competência, chegou a presidência da justiça do trabalho goiana”, concluiu o governador.

Além do desembargador Paulo Pimenta, tomou posse o desembargador Daniel Viana Júnior como vice-presidente do TRT 18. Os novos dirigentes foram eleitos pelo Tribunal Pleno, por aclamação, em sessão administrativa realizada em novembro do ano passado. Na mesma sessão, foram escolhidos para o próximo biênio o diretor da Escola Judicial, desembargador Eugênio Cesário Rosa, o ouvidor, desembargador Geraldo Nascimento, e o vice-ouvidor, desembargador Platon Teixeira Filho.

Segundo Paulo Pimenta, um dos desafios a serem enfrentados por sua gestão é a intensificação da interlocução com os demais Poderes e a sociedade, com vistas à valorização e aprimoramento da Justiça do Trabalho, esclarecendo a relevância dos serviços por ela prestados e que podem ser ampliados com a absorção de outras competências.

Segundo o novo presidente do TRT18, entre as prioridades de sua gestão estão a conclusão, até o fim de 2019, das obras do Complexo Trabalhista, a continuidade da profissionalização e aprimoramento da segurança institucional e a implantação do Sistema de Governança Institucional.