Novos membros do TJ-GO foram empossados nesta sexta, 1º.

Na posse da nova direção do TJ-GO, Caiado destaca parceria entre os poderes para impulsionar o desenvolvimento de Goiás

“Estaremos juntos de maneira respeitosa, harmônica e proativa, para dar ao povo goiano celeridade na parte de julgamentos”, reforçou o governador

O governador Ronaldo Caiado (DEM) prestigiou, na manhã desta sexta-feira (1/02), a sessão solene de posse dos membros da nova diretoria do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), realizada no Plenário da Corte Especial, no complexo Clenon de Barros Loyola. Os desembargadores Walter Carlos Lemes, Nicomedes Domingos Borges e Kisleu Dias Maciel Filho passam a ocupar, respectivamente, os cargos de Presidente, Vice-Presidente e Corregedor Geral do Tribunal de Justiça. Os novos dirigentes foram eleitos, em novembro do ano passado, para o biênio 2019/2021.

Ao parabenizar o novo presidente do TJ, Ronaldo Caiado destacou a importância da ocasião para fortalecer a parceria entre os poderes Executivo e Judiciário. “Estaremos juntos, de maneira respeitosa, harmônica e proativa, para dar ao povo goiano celeridade na parte de julgamentos, levando Justiça a todos os municípios do Estado de Goiás e, ao mesmo tempo, promovendo uma aliança forte com o Poder Executivo. Parabéns ao presidente que entra e a todos os desembargadores aqui nesse novo mandato dos próximos dois anos. Parabéns Walter Carlos. Vamos continuar a luta para desenvolver Goiás e dar justiça aos goianos.”, comentou.

Em seu discurso, Walter Carlos Lemes ressaltou que esforços não serão poupados para amenizar o sofrimento daqueles que buscam seu direito através da última via oferecida: o Judiciário. Aposta, para sucesso desta empreitada, na incorporação da tecnologia. “É importante que o Judiciário Goiano se preocupe profundamente em melhorar todo o sistema de informatização, para se nivelar aos demais Estados vanguardistas, onde a votação eletrônica já é uma realidade há muito tempo e também busque, sempre que possível, a mediação e o acordo entre as partes. Trabalharei incansavelmente para implementar a votação eletrônica neste Tribunal e levar uma internet de qualidade a todas as comarcas, onde possam inclusive ser feitos julgamentos e sustentações orais pelo sistema de videoconferência”, afirmou.

O presidente acredita que, por meio de julgamentos eletrônicos, será possível desafogar gabinetes de juízes e desembargadores e que advogados, integrantes do Ministério Público e as próprias partes poderão sentir que a Justiça não será mais tão morosa quanto ainda o é. “Tenho fé na batalha pela Justiça social, em que não exista distinção entre poderosos e humildes”, ressaltou.

Além dos novos desembargadores e do governador Ronaldo Caiado, a solenidade contou ainda com a presença do vice-governador Lincoln Tejota (PROS) e, entre outras autoridades, o deputado Karlos Cabral, representante da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego); o prefeito de Goiânia, Iris Rezende; a ministra do TST, Delaíde Miranda Arantes; o procurador-geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto; Dom Washington Cruz, arcebispo de Goiânia; o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), Wilton Müller Salomão, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO), Lúcio Flávio de Paiva.