WhatsApp Image 2019-03-29 at 14.08.13

Caiado anuncia R$ 250 mil para Batalhão de PM Rural e entrega 50 viaturas à Patrulha Rural Georreferenciada

Ao garantir que irá mostrar, em um curto espaço de tempo, que Goiás não é lugar para a prática de crimes, governador anunciou medidas que visam reforçar o combate à violência no campo

O governador Ronaldo Caiado, atento às demandas do setor rural, sempre esteve ao lado de quem produz, seja durante sua atuação no Congresso Nacional ou agora, à frente do Executivo Estadual, ao anunciar uma série de ações e entregar 50 viaturas à Patrulha Rural Georreferenciada, de um total de 120 veículos.

O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira (29/03), em um encontro com produtores rurais, autoridades do setor e a cúpula da segurança pública, na sede da Faeg, em Goiânia. “Vamos mostrar, num curto espaço de tempo, que Goiás não é lugar para a prática de crimes. Onde tiver bandidagem vai ter a mão forte do governo”, garantiu Ronaldo Caiado.

O presidente da Faeg, deputado federal José Mário Schreiner, entende que quando a segurança é reforçada nos grandes centros urbanos, muitos bandidos migram para o interior e para o campo, mas que em Goiás o alento é que a segurança é olhada de uma forma especial, “o que é motivo de imensa alegria para todos nós, que nos sentimos honrados por termos o senhor – Ronaldo Caiado – à frente do principal cargo do Estado de Goiás”. Segundo o deputado, a atuação da Patrulha Rural já reduziu em até 80% os índices de criminalidade no campo. José Mário informou que muitos governadores estão querendo conhecer essa viatura para levar a ideia para seus estados.

“Goiás está conseguindo resultados superiores ao de todos os outros estados, com todo o mérito para as nossas polícias Militar e Civil; da inteligência agindo rapidamente, desbaratando quadrilhas especializadas na explosão de caixas eletrônicos e no tráfico de drogas”, enumerou o governador, ao destacar que Goiás é o primeiro no País a lançar uma patrulha rural georreferenciada com um centro de controle na capital que poderá ser acionada pelo celular.

Ronaldo Caiado autorizou também a liberação de R$ 250 mil para a conclusão da reforma e estruturação do Batalhão de Polícia Militar Rural que contará com o Centro de Comando de Controle Rural, com sede antiga Estação Ferroviária de Campinas, na capital. No local, serão coordenadas todas as ações de policiamento rural do Estado, tendo como parceiras a Faeg e o Fundo para Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec).

Viaturas
As 50 viaturas, no estilo pick-up de cabine dupla de uso on e off-road com alto desempenho e tecnologia, foram preparadas para o uso da Polícia Militar, todas com tração 4×4, com motorização à diesel. “Estamos tentando abranger toda a zona rural, montando redes de whatsapp, drones, programas de prevenção ao uso de drogas como o Proerd, tudo para garantir a segurança no campo”, declarou o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda.

Em referência à Patrulha Rural Georreferenciada, com tecnologia de primeiro mundo, o deputado federal e líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara dos Deputados, Major Vitor Hugo, disse que o modelo será exemplo para o restante do Brasil. O alvo é facilitar a localização das propriedades e, assim, coibir crimes, como furtos e roubos.

Conselho de Segurança
O evento marcou ainda a posse dos membros do Conselho de Segurança Rural do Estado de Goiás. O novo grupo participará de forma efetiva da elaboração de ações para garantir mais segurança no âmbito rural.

Balanço da segurança no campo
A Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresentou o balanço dos primeiros 89 dias de governo, referente às ações voltadas para segurança na zona rural. Foram realizadas 679 prisões em flagrante, desbaratadas duas quadrilhas especializadas em furto de gado, mais de 23 mil abordagens na zona rural, 3.650 visitas comunitárias rurais e 22 mandados de prisão cumpridos.

Compareceram, ainda, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Lissauer Vieira; o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Carlos de Souza Lima Neto; o comandante Geral da Polícia Militar, coronel Renato Brum; o presidente do Fundo para Desenvolvimento da Pecuária em Goiás (Fundepec), Joaquim Guilherme de Souza; e o coordenador de Patrulhas Rurais de Goiás, tenente-coronel Daniel Moreira Galvão.