WhatsApp Image 2019-03-15 at 18.41.45

Caiado destaca protagonismo da mulher goiana na construção do Estado

Ao lado da primeira-dama, Gracinha Caiado, governador participou do evento “Mulheres Inspiradoras”. Dona Eva, parteira e benzedeira de Cavalcante, foi uma das mulheres que compartilhou sua história. Município em que vive será o primeiro a receber ações do Gabinete de Políticas Sociais

“Nós queremos ver as mulheres do nosso estado como verdadeiras parceiras”, declarou a primeira-dama e presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Gracinha Caiado, no evento “Mulheres Inspiradoras”, na manhã desta sexta-feira (15), na Vila Cultural Cora Coralina, em Goiânia. O governador Ronaldo Caiado também esteve presente e destacou a relevância da mulher na construção do Estado de Goiás. “A goiana sempre teve garra, determinação e responsabilidade. Isso caracteriza muito a importância e o quanto elas são protagonistas em todas as áreas”.

Durante o evento, a primeira-dama e o governador conversaram com mulheres que são verdadeiros sinônimos de luta e superação. A ideia do evento, segundo salientou a secretária de Comunicação, Valéria Torres, partiu do próprio governador ao entender a necessidade de compartilhar a história de mulheres que são exemplos de vida para inspirar outras mulheres. “São mulheres determinadas, corajosas e que fizeram a diferença na vida de muitas pessoas que estavam próximas a elas”, comentou Gracinha Caiado.

Na ocasião, foram homenageadas seis mulheres. Dona Eva Faria da Conceição (80), parteira e benzedeira da Comunidade Kalunga, localizada em Cavalcante; a motorista e resgatadora de animais, Lucília Fernandes; a cadete da PM, Andreia Guimarães Tavares; a presidente da Associação dos Fibromiálgicos Acolhidos de Goiás (Afago), Andreia Guimarães; a harpista Aline Araújo; e a empresária e idealizadora do projeto “Cabocla Bordando Cidadania”, Milena Curado.

Ao cumprimentar as homenageadas, a primeira-dama relembrou que o Gabinete de Políticas Sociais irá começar seu trabalho na região onde Dona Eva mora e atua. “Tivemos a responsabilidade de iniciar nosso trabalho por Cavalcante, porque nós sabemos que é o município mais carente de Goiás”, anunciou. O dado faz parte do Índice Multidimensional de Carência das Famílias (IMCF) goianas, levantado pelo Instituto Mauro Borges.

A região de Cavalcante também foi escolhida para acolher a primeira Políclinica implantada pelo governo. A instalação das Policlínicas faz parte do projeto de Caiado para Goiás, assim como a proteção às mulheres vítimas de violência doméstica. “Nós não vamos aceitar covardia contra as mulheres no nosso Estado”, afirmou.

O governador ainda destacou a presença feminina no Governo de Goiás e ressaltou o importante trabalho desenvolvido pelas secretárias Valéria Torres (Comunicação), Cristiane Schmidt (Economia), Fátima Gavioli (Educação), Andréa Vulcanis (Meio Ambiente) e pela procuradora-geral do Estado, Juliana Prudente.

Apresentações culturais

O evento também abriu espaço para apresentações culturais. A música ficou a cargo da cantora Maria Eugênia, que foi acompanhada pelo músico Luís Chaffin. Na sequência, a professora Cristina Bonetti, referência mundial no seguimento das Danças Circulares Sagradas, ministrou uma vivência enfocando o círculo do sagrado feminino.

O Grupo Experimental de Teatro Ciranda da Arte trouxe a performance “Mulheres”, que mostra relatos reais de mulheres que envolvem dor e sofrimento. Já Milena Curado apresentou o trabalho desenvolvido junto ao público carcerário da Cidade de Goiás por meio dos bordados do projeto “Cabocla Bordando Cidadania”.

Apresentaram-se ainda o coral Cântico das Águas, formado por funcionários da Saneago e o grupo Os Menestréis, do Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte, da Secretaria de Estado de Educação (SEDUC).

Exposição

Gracinha e Caiado visitaram a exposição do 2º Encontro Nacional de Artistas Naifs no Centro-Oeste (EnanCO), que conta com 210 obras de artistas de Goiás e de outros 15 estados, além do Distrito Federal. São obras de 58 artistas, sendo que 34 deles são mulheres. “Ronaldo sempre teve a responsabilidade e o carinho pela Cultura, tanto que em seu governo recriou a secretaria de Cultura”, relembrou a primeira-dama.