WhatsApp Image 2019-03-23 at 15.46.10

Caiado dialoga com produtores rurais de Buriti Alto e recebe apoio para proposta de garantir 30% do FCO para infraestrutura

Recurso poderá ser usado na pavimentação de 60 quilômetros da GO-237, requisitada para melhorar o escoamento de grãos

Em busca de soluções conjuntas para os problemas de infraestrutura no Norte de Goiás, o governador Ronaldo Caiado esteve neste sábado (22) em Buriti Alto, próximo à Niquelândia, para falar com mais de 30 produtores rurais ligados à Associação dos Produtores Rurais do Alto da Jacuba (Apraj). A principal reivindicação deles é a pavimentação de 60 quilômetros da G0-237, que está sem condições de tráfego e tem trazido prejuízos ao escoamento da safra de grãos. A demanda é antiga e, de acordo com os produtores, foi menosprezada pelas gestões anteriores.

O trecho fica no entroncamento da rodovia BR-010 até o povoado de Coleginho, por onde passa boa parte das mais de 450 mil toneladas de grãos escoada anualmente na região. Para atender demandas constantes como essa o Ronaldo Caiado afirmou que vai sugerir à bancada goiana no Congresso Nacional e aos governadores de Estados do Centro-Oeste a proposta de destinar 30% do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO) para infraestrutura, o que daria um aporte de cerca de R$ 300 milhões ao ano.

“Recebi dos produtores o diagnóstico e agora é minha vez de apresentar a solução. Sempre defendi a classe rural por entender a sua importância na geração de riquezas, emprego e renda ao País. Para atender essa demanda de forma emergencial, considerando as dificuldades do Estado, vou lutar para ter 30% do FCO para as rodovias. Vou me reunir na terça-feira (26/3) com os governadores do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para tratar disso, e também com a bancada de Goiás no Congresso Nacional”, contou. “Tenho certeza de que, com o apoio de todos, isso será aprovado rapidamente”, disse.

O governador lembrou que o FCO foi criado para combater as desigualdades regionais e nada mais justo do que utilizar parte dos recursos em infraestrutura, que vai ajudar a impulsionar regiões que, embora estratégicas, não recebiam a atenção necessária. “Vamos intensificar essa tese em Brasília”, reforçou.

Tesoureiro da Apraj, Vilson Barum lembra que a região é campeã em produtividade de trigo de alta qualidade e, por razões como esta, afirma não entender o descaso das gestões anteriores. “Estamos no filé mignon da agricultura”, enalteceu. Ele acredita que pela afinidade do governador com o setor rural, essa situação de descaso irá mudar e elogiou a alternativa apresentada pelo governador.

“É uma solução interessante e inteligente apresentada pelo governador. Infelizmente não contamos com a infraestrutura necessária, apesar de nossa alta produtividade. Temos aqui uma diversidade enorme de culturas, mas há 20 anos não somos atendidos pelo Estado. O que temos aqui, inclusive a ponte, fomos nós, produtores, que construímos. Antes a gente era recebido no governo, mas era de meia sola, porque não tinha soluções efetivas. Só tapa-buracos”, narrou.

Vice-presidente da Apraj, Augusto Nogueira não só elogiou a ideia do governador como agradeceu pela vinda. Segundo ele foi um sinal claro de diálogo permanente com o governo com a classe produtiva e de transparência para tratar das questões que envolvem o governo. “Foi muito importante essa vinda do governador aqui hoje”, comemorou.

O deputado federal Célio Silveira (PSDB) garantiu que vai dar apoio na Câmara dos Deputados à proposta do governador. “Vamos marcar uma reunião da bancada na terça-feira para que a bancada se empenhe nesta alternativa que ele está dando. O governador foi muito transparente ao afirmar não ter esse recurso para a rodovia hoje. Mas vamos propor a PEC ou lei complementar para recuperar as rodovias que hoje estão em péssima situação”, assegurou.