Pagamento do Salário dos Servidores 2

“Estado deve se restringir às funções de Estado”, diz Caiado sobre o futuro da Metrobus

Por melhoria no transporte público, Caiado e Iris avaliam abrir concessão da empresa. Governador e Prefeito destacaram que vão trabalhar com “responsabilidade e com espírito público para dar à população um serviço à altura”

A melhoria do transporte público na Região Metropolitana de Goiânia foi um dos assuntos abordados durante coletiva do governador Ronaldo Caiado e do prefeito Iris Rezende nesta sexta-feira (15/3), logo após o primeiro encontro dos dois. Aos jornalistas, Caiado ponderou sobre a possibilidade de privatização da Metrobus, atualmente responsável pelo Eixo Anhanguera, mas destacou que, se a proposta for efetivada, caberá ao Estado regular e fiscalizar o serviço para garantir a qualidade do transporte coletivo.

Iris Rezende explicou que o primeiro passo seria a devolução da concessão do sistema à prefeitura. “Depois, abrir licitação e buscar a melhor empresa para substituir a ação do governo estadual”, complementou. Caiado, por sua vez, ressaltou que tudo será feito com responsabilidade e estudo, envolvendo equipes técnicas da prefeitura e do Estado.

Caiado defende que o Estado deve se restringir às suas funções, especialmente nesse momento em que enfrenta crises nas mais diversas áreas, como Segurança Pública, Saúde e Educação. “O governo não tem que tomar conta de ônibus. Isso não é função de governante em nenhum lugar do mundo aonde se faz política séria. E isso também não pode ser usado de maneira populista.”

O governador esclareceu que o futuro da Metrobus será tratado em outras ocasiões, de forma mais detalhada, com o prefeito e os secretários. Iris Rezende acenou com gratidão a disposição de Caiado em reunir esforços para melhorar a qualidade do transporte público. “[Agiremos] com responsabilidade e com espírito público para dar à população da Região Metropolitana de Goiânia um transporte à altura. É isso que nos preocupa e é isso que, juntos, nós vamos fazer”, comentou.

Ronaldo Caiado e Iris Rezende também foram questionados sobre possível aumento da tarifa do transporte coletivo. “Esse assunto não fez parte da pauta”, pontuou o governador ao classificar a reunião como um momento de “sintonia entre os secretários da prefeitura e do governo estadual”. O encontro ocorreu no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira e abordou, entre vários assuntos, alinhamento de projetos que beneficiarão os cidadãos goianos.