WhatsApp Image 2019-04-28 at 17.17.28

Caiado demonstra fé e devoção durante VI Encontro das Coroas do Divino Espírito Santo

Durante festejo realizado em Interlândia, governador garantiu que não deixará faltar dotação orçamentária para manter as tradições culturais e religiosas de Goiás

“Este é sem dúvida um dos momentos mais importantes da minha vida, especialmente por minha criação católica. Meus pais eram muito religiosos. As orações, logo pela manhã, se tornaram rotina desde a minha infância. Se eles estivessem aqui, se emocionariam enormente”, confidenciou Caiado durante o 6º Encontro das Coroas do Divino Espírito Santo, na manhã deste domingo (28), em Interlândia, distrito de Anápolis.

O Encontro das Coroas é uma festa tradicional que tem como objetivo reviver e manter acesa a devoção e o amor ao Espírito Santo, além de agradecer os dons e as graças recebidas. Caiado foi o primeiro governador a participar do encontro e receber as bênçãos e o incenso durante a celebração. Emocionado, ele subiu ao altar, fez o compromisso de não deixar faltar orçamento para manter vivas as tradições culturais e religiosas de Goiás, e narrou um episódio de infância que marcou sua vida e fortaleceu sua fé.

“Eu tinha dez anos e fui acometido por uma febre reumática. Minha tia Hilda, freira, havia passado um período em Roma e trouxe de lá uma medalha com a imagem de Nossa Senhora das Graças e colocou na cabeceira da minha cama. Durante 90 dias tive que ficar em absoluto repouso. Me recuperei e mantenho minha medalha comigo até hoje, há exatos 59 anos”, recordou Caiado.

O governador arrancou aplausos da população ao lembrar que, este ano, fez questão de receber a coroa do Divino no Palácio Conde dos Arcos, na cidade de Goiás, fato que não ocorria desde 1937. O padre Edmilson Luís de Almeida, da paróquia Nossa Senhora da Penha, de Jaraguá, conduziu a missa e destacou que “todas as expectativas foram superadas com a presença de tantas comitivas e representantes políticos de grau máximo, como o governador, além de expressões culturais fortes de cidades históricas de Goiás”.

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, participou da festa ao lado de uma comitiva do seu município e elogiou a postura do governador. “Esta é uma data muito importante para nós, quando reunimos as coroas do Divino Espírito Santo. O governador, mais uma vez, demonstra sua religiosidade, bem como o carinho por nosso povo e tradições”, destacou.

Zeca Imperador, explica que o encontro foi criado em Jaraguá, em 2014, com o objetivo de unir os municípios que realizam a festa em louvor ao Divino Pai Eterno para que todos pudessem conhecer as coroas de cada cidade. Segundo ele, o encontro é realizado anualmente perto das festas do Divino e “cada um traz sua coroa e as cidades que não tem coroa tem cavalhadas, tem cedro, tem folia, mas todas participam”.

Zeca contou ainda do compromisso firmado com ele, por Caiado, na época da campanha eleitoral. “Caiado me disse que se ganhasse as eleições, a primeira coisa que faria seria entrar com a coroa do Divino no Palácio das Esmeraldas. E ele entrou. Ele cumpriu sua palavra. Então, ele veio aqui hoje porque ele sabe do valor da coroa, ele sabe do poder que ela tem, porque a coroa do Divino vibra, ela tem vida”, destacou.

Fé e devoção

Com a filha Gabriela de 2 anos no colo, Dalva Cristina Cintra da Silva estava encantada com os festejos. “Está tudo lindo. É um momento de muitas bençãos, de muitas graças”. A moradora se sentiu prestigiada com a presença de Caiado. “Precisamos da atenção dele. O distrito de Interlândia requer muitas melhorias, assim como a própria Anápolis”.

José Neri dos Santos, 78 anos, nascido e criado em Interlândia, considerou o dia histórico. “É a primeira vez que recebemos a festa e vai ficar marcado na memória”, comentou com olhos marejados. Para o devoto, a presença do governador enche a todos de orgulho. “É um gesto de muita cortesia com o povo do distrito”, destacou.

O subprefeito Mauro Luís Mendonça destacou a mobilização do povo do distrito e ressaltou que governador foi um grande incentivador da celebração. “São pessoas como ele que sempre irão nos ajudar”, enfatizou.

A celebração foi iniciada com um cortejo que partiu da casa de devotos de Interlândia rumo à Igreja São Sebastião. A missa começou com o acolhimento das coroas e comitivas de Jaraguá, Niquelândia, Pilar de Goiás, Pirenópolis, Cidade de Goiás, Crixás, Posse, São Francisco e Interlândia.