WhatsApp Image 2019-05-04 at 10.04.56

Caiado recebe presidente da Caixa Econômica e discute projetos para Goiás

Governador destacou trabalho social da CEF e a importância de parcerias em obras fundamentais ao desenvolvimento regional. Diretoria nacional está no Estado em visitas às agências e a projetos financiados pelo banco, com objetivo de intensificar esse trabalho conjunto

Com o objetivo de debater projetos de interesse do Estado e da Caixa Econômica Federal (CEF), o governador Ronaldo Caiado recebeu nesta sexta-feira (03/05), o presidente da instituição, Pedro Guimarães, que veio acompanhado de toda diretoria nacional do banco. A comitiva permanece em Goiás por três dias, realizando reuniões com gestores públicos, visitas às agências e a obras financiadas pelo banco. O encontro com o governador ocorreu no Palácio Pedro Ludovico Teixeira e contou com a presença de secretários e outros auxiliares do Governo de Goiás.

O presidente da Caixa tem visitado os estados – Goiás é o primeiro na região Centro-Oeste – para ampliar a parceria da instituição com as administrações estaduais e municipais, em áreas como folha de pagamento, e conhecer projetos para possíveis investimentos. Com o Governo de Goiás, a Caixa acaba de renovar o contrato de gestão da folha de pagamento dos servidores.

A iniciativa da Caixa de se aproximar das administrações estaduais e municipais foi elogiada pelo governador Ronaldo Caiado, que classificou as visitas realizadas por todo País, verificando a realidade do banco in loco, de uma atitude diferenciada. “É um novo tempo que a Caixa inaugura. Esperamos que se torne rotina, a partir de agora, ao invés de irmos a Brasília, a Caixa vir até nós”, comemorou.

Goiás é onde a Caixa tem sua maior carteira de clientes, atualmente. Segundo o presidente, a intenção é cada vez mais estreitar os laços no Estado para captar novos clientes e aprimorar parcerias com o Governo de Goiás. “A gente conversou sobre várias coisas. Primeiro, sobre potenciais investimentos em obras de infraestrutura, sobre discussões na parte de habitação, patrocínio, potenciais investimentos e, inclusive, na antecipação dos royalties. Então foi uma conversa profícua. A gente já tem uma relação muito forte em cinco ou seis áreas diferente. Queremos manter a relação. Goiás é um grande cliente da Caixa e vai continuar sendo”, garantiu Pedro Guimarães.

Para Caiado, a visita também serve para que a instituição conheça os projetos do Estado e, a partir disso, rever participação em área como saneamento e habitação junto às ações do governo do Estado. “A função é poder atendê-los de imediato, formular projetos consistentes, que o presidente me cobrou, com dados que sejam bem reais, para que possa analisar em cima de dados concretos” assegurou o governador. “É um banco que tem um trabalho social enorme, e ao mesmo tempo sabe da importância de sermos parceiros em obras que são fundamentais em infraestrutura para o desenvolvimento do nosso Estado”, completou.

Recentemente, a Caixa acertou com o Estado e fez um aporte superior a R$ 100 milhões no contrato que definiu o banco para continuar realizando o pagamento de mais de 150 mil funcionários do Poder Executivo. A verba será empregada para complementar o pagamento dos servidores de abril, já que o governo está fazendo o pagamento escalonado da folha de dezembro de 2018, que não foi empenhada pelo ex-governador. “Diante deste processo de total asfixia que nós estamos vivendo, só de ter a presença de vocês já temos um alívio, em pensar que temos a Caixa para nos ajudar e termos mais coragem para enfrentar as dificuldades”, ressaltou Caiado.

Participaram do encontro os secretários Pedro Henrique Sales (Administração), Cristiane Schmidt (Economia); Adriano Rocha Lima (Desenvolvimento e Inovação); Antônio Carlos Neto (Agricultura e Pecuária); Edival Lourenço (Cultura); e os presidentes Enio Caiado (Goinfra); Eurípedes José do Carmo (Agehab) e Ricardo Soavinski (Saneago). Da diretora da Caixa integraram a comitiva o presidente Pedro Guimarães, Cláudio Salituro (vice-presidente de Tecnologia); Tatiana Thomé (vice-presidente de governo); Roney Granemann (vice-presidente de gestão de pessoas); Matheus Sinibaldi (diretor de Habitação); Magda Carvalho (Superintendente CEF); Celso Leonardo Derziê (consultor da CEF) e Márcio Mourão (diretor regional CEF).